XII Assembleia da FLM na Namíbia – um encontro mundial histórico para marcar a reforma em curso

Revista ihu on-line

Renúncia suprema. O suicídio em debate

Edição: 515

Leia mais

Lutero e a Reforma – 500 anos depois. Um debate

Edição: 514

Leia mais

Bioética e o contexto hermenêutico da Biopolítica

Edição: 513

Leia mais

Mais Lidos

  • Quem é o grupo que pode lançar Luciano Huck à presidência em 2018

    LER MAIS
  • O império dos monopólios. Artigo de Joseph Stiglitz

    LER MAIS
  • A polarização não está nos deixando pensar

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

10 Maio 2017

Um momento para rezar em companhia, celebrar os 500 anos da Reforma, estabelecer prioridades e escolher um novo comando. 

A reportagem foi publicada por Federação Luterana Mundial – FLM, 06-05-2017. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

Entre os dias 10 e 16 de maio, luteranos do mundo inteiro estarão reunidos na capital namibiana de Windhoek para a XII Assembleia da Federação Luterana Mundial – FLM.

Com o tema “Libertos pela Graça de Deus” e subtemas que articulam que a criação, a salvação e os seres humanos “não estão à venda”, a Assembleia está sendo organizada conjuntamente pelas três igrejas-membro da FLM no país sob a alçada do Conselho da Igreja Unida – Igrejas Evangélicas Luteranas da Namíbia (UCC-NELC, na sigla em inglês). Será uma ocasião histórica já que o 500º aniversário da Reforma cai em 2017 e estará sendo lembrado durante o evento.

Conjuntamente as igrejas-membro do UCC-NELC (a Igreja Evangélica Luterana na Namíbia – IELN; a Igreja Evangélica Luterana na República da Namíbia – IELRP; e a Igreja Evangélica Luterana na Namíbia/Igreja Evangélica Luterana Alemã – IELN-IELA) convidaram a FLM para a Assembleia, num país com fortes raízes luteranas.

As três igrejas possuem uma membresia combinada de quase 1.2 milhão de fiéis, cerca da metade dos aproximadamente 2.4 milhões que compõem a população total do país. A Namíbia foi primeiramente uma colônia alemã, entre 1884 e 1917, e então passou a ser administrada pela África do Sul sob o regime do apartheid até a sua independência liderada pela ONU em 1990. A FLM apoiou as igrejas locais quando estas estiveram ao lado do povo e ansiavam a independência.

Quase 800 participantes, incluídos 324 delegados de 145 igrejas-membro da FLM em 98 países, irão se fazer presentes. A Assembleia é o mais alto órgão decisório da FLM e o seu encontro geralmente acontece a cada seis anos.

A XI Assembleia aconteceu em 2010 em Stuttgart, Alemanha.


Culto eucarístico e comemoração do aniversário da Reforma

A Assembleia começará com um culto eucarístico de abertura na quarta-feira, 10 de maio, na qual a Rev. Dr. Elena Bondarenko, da Igreja Evangélica Luterana na Rússia Europeia, irá pregar.

A celebração da Reforma acontecerá no domingo, 14 de maio, no estádio Sam Nujoma, em Windhoek. O nome do estádio foi dado em homenagem ao primeiro presidente da Namíbia após a independência. O bispo emérito Dr. Zephania Kameeta, que possui um longo engajamento com a FLM, tendo sido vice-presidente para a região da África, irá pregar sobre o tema da Assembleia: “Libertos pela Graça de Deus”. Atualmente Kameeta é o ministro do Ministério para a Erradicação da Pobreza e Bem-Estar Social da Namíbia.

A assembleia tem atraído atenção no país e a NamPost/Namibia Post, operadora postal nacional, está emitindo um “first day cover” [envelope primeiro dia], um conjunto comemorativo de selos e uma estampa especial para cartão postal que destacam a comemoração da Reforma. A arte mostra o contorno do continente africano e os dois países que já foram locais para Assembleias da FLM: a Tanzânia em 1977 e a Namíbia em 2017. Milhares de pessoas do mundo inteiro deverão se juntar aos participantes do evento no estádio local, que tem capacidade para até 10 mil pessoas.


Liderança jovem

No dia 16 de maio, a Rev. Lydia Posselt, de 32 anos, da Igreja Evangélica Luterana na América, irá proferir o sermão no culto eucarístico de encerramento da Assembleia.

Posselt foi a ganhadora do concurso de pregação da Assembleia, na qual um jurado internacional da FLM e eleitores online selecionaram o melhor sermão apresentado por vários jovens pastores de igrejas-membro da FLM. A ideia nasceu do fato de que Martinho Lutero tinha 33 anos quando desencadeou a Reforma, em 1517.


Palestrante principal

O eminente cirurgião congolês Dr. Denis Mukwege irá proferir a palestra principal no dia 11 de maio, focando o tema da Assembleia.

Doutor em medicina e natural da República Democrática do Congo, Mukwege tem sido uma liderança para a África e o mundo, defendendo a dignidade e os direitos humanos, em particular para as mulheres sobreviventes da violência sexual em situações de conflito.

Mukwege, leigo, já foi reconhecido por uma série de prêmios internacionais prestigiados, incluídos o Prêmio de Direitos Humanos da ONU 2008, o Prêmio Sakharov de Liberdade de Pensamento em 2014, além de ter sido indicado para o Prêmio Nobel da Paz.

“Damos as boas-vindas à oportunidade de ter um especialista da África Central para falar sobre um problema que, infelizmente, é comum em todo o mundo”, diz o secretário geral da FLM, o Rev. Dr. Martin Junge. “Iremos ouvir um líder que não para na análise de um problema, mas que trabalha ativamente para a sua solução”.


Eleição para a nova presidência da FLM e definição de prioridades

Na qualidade de o mais alto organismo decisório da FLM, a Assembleia dará uma direção geral para o trabalho futuro da comunhão nos próximos seis anos. Ela irá se manifestar sobre temas concernentes à vida e ao testemunho das igrejas e o mundo.

Os delegados irão eleger um novo presidente da FLM e membros do Conselho, que atuarão até a próxima assembleia. O presidente da FLM, o bispo Dr. Munib A. Younan, da Igreja Luterana Mundial na Jordânia e Terra Santa, estará concluindo o seu período de mandato, para o qual se elegeu na assembleia de julho de 2010 em Stuttgart.


Programação

A XII Assembleia da Federação Luterana Mundial – FLM acontece entre nos dias 10 e 16 de maio de 2017 em Windhoek, na Namíbia, sob o tema “Libertos pela Graça de Deus”. Quase 800 participantes – incluídos aproximadamente 400 delegados de 145 igrejas-membro da FLM de 98 países – se farão presentes. A Assembleia é o órgão decisório mais alto da FLM e reúne-se a cada 6 ou 7 anos.

A Assembleia irá dar uma direção geral para o trabalho da FLM nos próximos anos. Irá se pronunciar sobre temas concernentes à vida e ao testemunho das igrejas e o mundo. Elegerá o presidente da FLM e o Conselho que atuarão até a próxima edição da assembleia. Na XII Assembleia comemorar-se-á o 500º aniversário da Reforma.

A Assembleia está sendo organizada pelas três igrejas-membros namibianas da FLM, a Igreja Evangélica Luterana na Namíbia, a Igreja Evangélica Luterana na República da Namíbia e a Igreja Evangélica Luterana na Namíbia/Igreja Evangélica Luterana Alemã.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

XII Assembleia da FLM na Namíbia – um encontro mundial histórico para marcar a reforma em curso - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV