Cacique é executado a tiros no interior de Ronda Alta-RS

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco nomeia novo secretário: um padre que trabalha com crianças de rua e viciados em drogas

    LER MAIS
  • O crime da Vale em Brumadinho: metáfora de um sistema minerário predatório

    LER MAIS
  • O papa aprova como vice Decano o argentino Sandri que se calou sobre os crimes do padre Maciel, estuprador de 60 crianças

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

21 Março 2017

O cacique exercia a liderança da reserva indígena há 20 anos.

Na noite desta segunda-feira (20), um indígena foi executado a tiros na localidade de Alto Recreio, no interior do município de Ronda Alta.

A reportagem foi publicada por Rádio Uruirapuru, 21-03-2017. 

Segundo informações obtidas pela Rádio Uirapuru, o cacique da Reserva da Serrinha, Antônio Mig, foi atacado por indivíduos tripulando um automóvel Chevrolet Prisma de cor branca. Ele foi atingido por cinco tiros.

A vítima foi socorrida ao Hospital de Ronda Alta, porém o cacique não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu.

A Brigada Militar e Polícia Federal estão se mobilizando para atender a ocorrência.

Antônio Mig há muitos anos era o cacique da Reserva da Serrinha, uma área indígena de quase 12 mil hectares que abrange os municípios de Ronda Alta, Três Palmeiras, Engenho Velho e Constantina.

Era considerado parceiro das autoridades policiais, devido exercer uma liderança com muito diálogo e não admitia as invasões de terras que estavam acontecendo nos últimos anos.

Em dezembro do ano passado, o Repórter Policial Lucas Cidade entrevistou Antônio Mig durante uma operação deflagrada pela Polícia Federal e Brigada Militar para coibir as ilegalidades praticadas por indígenas.

Naquela ocasião, o Mig afirmou que a ação da polícia foi correta na prisão dos envolvidos e afirmou que em 20 anos como cacique nunca quis confusão com outros índios ou até mesmo com os brancos, afirmando que os dois devem conviver pacificamente.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cacique é executado a tiros no interior de Ronda Alta-RS - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV