Sínodo em 2018 sobre “jovens, a fé e o discernimento vocacional”

Revista ihu on-line

Base Nacional Comum Curricular – O futuro da educação brasileira

Edição: 516

Leia mais

Renúncia suprema. O suicídio em debate

Edição: 515

Leia mais

Lutero e a Reforma – 500 anos depois. Um debate

Edição: 514

Leia mais

Mais Lidos

  • “O grande erro da esquerda é pensar que movimentos sociais são sempre bons", afirma Manuel Castells

    LER MAIS
  • Um milhão de crianças fora da escola: o absurdo do trabalho infantil no Brasil

    LER MAIS
  • Discurso da esquerda não dá a Lula a menor chance de fazer bom governo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

07 Outubro 2016

Após a dinâmica e dupla assembleia sinodal (extraordinária em outubro de 2014 e ordinária em outubro de 2015) sobre a família, que terminou com a exortação apostólica Amoris Laetitia, o Papa Francisco convoca uma nova Assembleia Geral Ordinária do Sínodo. Será em outubro de 2018. O tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

A reportagem é de Iacopo Scaramuzzi e publicada por Vatican Insider, 06-10-2016. A tradução é de André Langer.

O Santo Padre Francisco, diz um comunicado vaticano, após ter consultado, como costuma fazer, as Conferências Episcopais, as Igrejas Orientais católicas “sui iuris” e a União dos Superiores Gerais, além de ter ouvido os pareceres dos Padres da última Assembleia Sinodal e do XIV Conselho Ordinário, estabeleceu que em outubro de 2018 acontecerá a XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos para refletir sobre os jovens, a fé e o discernimento vocacional.

O tema, expressão da preocupação pastoral da Igreja pelos jovens, destaca, segundo indica a nota, estará em continuidade com tudo o que surgiu nas recentes Assembleias sinodais sobre a família e com os conteúdos da exortação apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia. Pretende acompanhar os jovens em seu caminho existencial para a maturidade, para que, mediante um processo de discernimento, possam descobrir seu projeto de vida e realizá-lo com alegria, abrindo-se ao encontro com Deus e com os homens, e participando ativamente da edificação da Igreja e da sociedade.

Ao responder a uma das perguntas dos jornalistas, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke, desaconselhou interpretar o título do próximo Sínodo como se tratasse do argumento sobre os homens casados que pudessem ser admitidos à celebração dos sacramentos, como se especulou há alguns meses no mundo anglo-saxão.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sínodo em 2018 sobre “jovens, a fé e o discernimento vocacional” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV