Auschwitz sob o olhar de uma menina, lembrar para não repetir. Mesa Redonda sobre Religião, Violência e Perdão

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Cardeal: a primeira pergunta que Deus faz não é sobre orientação sexual, mas sobre o cuidado com os pobres

    LER MAIS
  • Cardeal espanhol: ‘O comunismo marxista … renasceu’ no país

    LER MAIS
  • O silêncio dos teólogos. Custódia da comunhão e medo cúmplice

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

04 Outubro 2016

“Religião, Violência e Perdão”

Em tempos de violência e fundamentalismo, a enigmática conexão entre religião e violência merece nossa atenção. É o que pretende a “Mesa redonda” por ocasião da memória de São Francisco de Assis, referência de reconciliação e paz, e da celebração judaica do Yom Kipur, Dia de Expiação e Perdão.

Quando: dia 04/10 – terça-feira – 19h30 a 21h00.

Onde: Auditório do prédio 15 – Pucrs.

Quem: Jacques Waimberg (Famecos-Puc), Luiz Carlos Susin (Escola de Humanidades-Puc), Érico João Hammes (Escola de Humanidades-Puc). Mediação: Prof. José Klering (Escola de Humanidades-Pucrs).

- Aberto ao público – gratuito.

- Informações: Prof. Luiz Carlos Susin. Fone (51)99742391

Exposição de fotos: “Auschwitz sob o olhar de uma menina”


(Foto: Manuela Suzin Mantovani)

No ano de falecimento de Eliezer Wiesel, Nobel da Paz 1986 – “lembrar para não repetir” -, e por ocasião da celebração judaica do Yom Kipur (Dia da Expiação e do Perdão), a PUCRS apresenta a exposição de fotos “Auschwitz sob o olhar de uma menina”.

Em tempos de violência e fundamentalismo, quando há o risco de sacralização da violência – “destruir para purificar” – com sério risco de regime de exceção, de criação de vítimas expiatórias, é importante lembrar a Shoah (a grande catástrofe, também chamada Holocausto). Por ocasião da celebração judaica do Yom Kipur (Dia da Expiação e do Perdão), a PUCRS apresenta a exposição de fotos “Auschwitz sob o olhar de uma menina”.

Manuela Suzin Mantovani, 12 anos, natural de Caxias do Sul, estudante de fotografia, depois de pesquisar os acontecimentos da Segunda Guerra Mundial que culminaram no horror dos campos de extermínio, fotografou como viu o que lá ainda se encontra, e resumiu seu olhar em uma palavra: tristeza!

“O perdão é uma promessa, não um sentimento. Quando você perdoa outra pessoa, você está fazendo a promessa de não usar seu pecado passado contra ela. O perdão não muda o passado mas alarga o futuro” (Hannah Arendt).

Quando: 07 a 14 de outubro

Horário que a Manuela vai estar no local da exposição: 19h

Onde: Hall de entrada da Arquitetura e Urbanismo, prédio 09 – Pucrs

Apoio: Centro de Pastoral-Pucrs.

- Informações: Prof. Luiz Carlos Susin. Fone 51.99742391


(Foto: Manuela Suzin Mantovani)


(Foto: Manuela Suzin Mantovani)

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Auschwitz sob o olhar de uma menina, lembrar para não repetir. Mesa Redonda sobre Religião, Violência e Perdão - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV