Bernie Sanders estará no Vaticano no dia 15 de abril

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O que deve ser cancelado? Eis a questão

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores

    LER MAIS
  • Padre Miguel Ángel Fiorito, SJ, meu Mestre do Diálogo: “Ele nos ensinou o caminho do discernimento”. Artigo do Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

11 Abril 2016

Depois dos atritos com Donald Trump, um outro candidato à Casa Branca cruza com o Vaticano no seu caminho rumo à indicação a candidato à presidência americana. Desta vez, porém, com um comportamento totalmente oposto.

O democrata Bernie Sanders, que na longa marcha das primárias está assustando a favoritíssima Hillary Clinton, anunciou que no dia 15 de abril estará em Roma a convite do Vaticano.

A informação é de Giorgio Bernardelli, publicada por Vatican Insider, 08-04-2016. A tradução é de IHU On-Line.

Ao anunciar pessoalmente o convite pela rede NBC, ele declarou ser “um grandíssimo fã de papa Francisco”.

O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, imediatamente precisou que Sanders “foi convidado não pelo Papa mas pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais para participar de um seminário comemorativo da encíclica Centesimus Annus”, a encíclica social publicada por João Paulo II logo depois da queda do muro de Berlim. Lombardi acrescentou que para o seminário “foram convidados também outras personalidades do mundo político, social e econômico” (1) e que no momento não está previsto um encontro com o Papa.

Mesmo tendo presente esta precisão, a presença de Bernie Sanders no Vaticano é um fato importante: o evento acontece, de fato, com poucas horas de antecedência das primárias de Nova York, ou seja, no dia 19 de abril, e são consideradas por todos os observadores como um teste decisivo. Somente uma grande vitória em Nova York dará ao senador de Vermont esperanças concretas na convenção do Partido Democrata. Enfim, que na vigília de tão importante votação um candidato de origem hebraica como Sanders suspenda os próprios comícios para viajar até o Vaticano mostra por si só como em nível global seja considerado com um fenômeno importante o efeito Francisco.

Sem dúvida, entre os três candidatos à Casa Branca, Sanders é a figura que por muitos motivos é a mais próxima à visão de mundo de Bergoglio. Foi atacando o poder financeiro que Sanders – semana após semana – foi forjando consensos nos EUA, tornando-se um candidato, inicialmente considerado inviável, com possibilidades de vitória na convenção do Partido Democrata.

A sua plataforma política tem os temais sociais como prioritários. “Papa Francisco – declarou o senador do Vermont – disse claramente que devemos superar a globalização da indiferença para reduzir as desigualdades econômicas, parar a corrupção financeira e proteger o ambiente. E estes são os desafios de hoje nos EUA e no mundo”.

E respondendo aos que o acusam como sendo um candidato socialista disse: “Se pensam que Bernie Sanders é um radical, leiam o que escreve o Papa...”

Nota da IHU On-Line:

1.- Participarão do seminário, entre outros, Evo Morales, presidente da Bolívia, Rafael Correa, presidente do Equador, e os economistas Stefano Zamagni, e Jeffrey Sachs.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bernie Sanders estará no Vaticano no dia 15 de abril - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV