Capuchinhos: 120 anos no RS

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Só um radical ecossocialismo democrático pode mudar o horizonte

    LER MAIS
  • Seu bispo necessita dos seus conselhos: o que dirá a ele?

    LER MAIS
  • Byung-Chul Han: smartphone e o “inferno dos iguais”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


20 Janeiro 2016

A data de 17 de janeiro, marcou a abertura das comemorações dos 120 anos da presença da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos no Rio Grande do Sul. Em todas as paróquias dirigidas por eles, serão realizadas, ao longo do ano, celebrações que evocam a história e a importância da Ordem no desenvolvimento das respectivas regiões. Sob o lema “120 anos: gratidão, paixão e esperança”, os padres serão convidados a olhar o passado da província com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o futuro com esperança.

A reportagem foi publicada pelo jornal Zero Hora, 18-01-2016.

A ação dos capuchinhos, ao longo desses anos, segundo seus dirigentes, abrange hoje as mais variadas atividades, como missões populares, projetos de ações sociais, pastoral paroquial e hospitalar, animação vocacional, escolas, curso superior de Teologia, museus, modernos meios de comunicação, gráficas, centros de eventos e pousadas voltadas ao turismo e à saúde.

Os capuchinhos gaúchos já estenderam sua atuação também a países do Exterior, como Portugal, Nicarágua, República Dominicana, França, Haiti e países da África, além de diversos pontos no BrasilSanta Catarina, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Mato Grosso e Rondônia.

A missão no Rio Grande do Sul teve início em 1896, com um pedido do bispo dom Cláudio Ponce de Leão ao papa Leão XIII, para atender especialmente os imigrantes italianos. Em 1942, foi elevada à categoria de província, e é considerada hoje, com 246 membros, a primeira da América Latina e entre as cinco maiores do mundo.

A Ordem dos Frades Menores Capuchinhos teve início na Itália, em 1528. Hoje, está presente em 108 países. No Brasil, está organizada em 10 províncias e duas custódias, totalizando 1,1 mil frades. A palavra capuchinho tem origem no capuz (cappuccino) que os religiosos franciscanos costumavam usar.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Capuchinhos: 120 anos no RS - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV