Papa homenageia padre assassinado por imigrante; o ultradireitista Salvini pede vingança

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Basta de má informação nos chamados meios católicos de comunicação

    LER MAIS
  • “O conteúdo e o sentido do trabalho são exigências de justiça social”. Entrevista com Alain Supiot

    LER MAIS
  • Nasce a Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, “um Encontro do Povo de Deus”, segundo o Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


17 Setembro 2020

O papa Francisco prestou homenagem na quarta-feira a um padre italiano morto por um imigrante que sofria com uma doença mental, enquanto o político de extrema-direita Matteo Salvini pediu uma “vingança”.

O padre Roberto Malgesini, de 51 anos, que cuidava de imigrantes e pessoas necessitadas na cidade de Como, no norte do país, foi encontrado morto a facadas fora de sua residência na manhã de terça-feira.

Um imigrante tunisiano que, segundo a polícia, tem uma doença mental, se entregou às autoridades.

No final de sua audiência geral semanal, Francisco disse que Malgesini morreu nas mãos de “um necessitado que ele ajudava, um doente mental”.

Os religiosos argentinos elogiaram o “martírio deste testemunho de caridade para com os mais pobres (e de) todos os sacerdotes, religiosas e leigos que trabalham com os necessitados que são descartados pela sociedade”.

Salvini, o líder do partido anti-imigração Liga e ex-ministro da Justiça que já havia entrado em confronto com o Papa antes sobre questões de imigração, mencionou o padre em um comício político no norte da Itália na manhã de quarta-feira.

“O fato de que ontem de manhã, em Como, um pastor foi esfaqueado por um imigrante, que deveria ter sido expulso do país, é algo que deve fazer com que todos queiram vingança”, disse ele no comício, segundo a agência de notícias italiana Ansa.

Nicola Frantoianni, do partido de esquerda italiano, acusou Salvini de explorar a morte do padre “de maneira miserável” para “injetar mais veneno nas veias da sociedade italiana”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa homenageia padre assassinado por imigrante; o ultradireitista Salvini pede vingança - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV