11 mil cristãos leigos e leigas continuam apoiando a Carta ao Povo de Deus e procuram mobilizar novas adesões entre bispos, padres, religiosas e religiosos, diáconos e o laicato em geral

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Uma escolha crucial: como a Igreja seleciona seus bispos?

    LER MAIS
  • Os três passos dos homens

    LER MAIS
  • Abismo de desigualdades

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


18 Agosto 2020

Com o manifesto de apoio a “Carta ao Povo de Deus” cristãos leigos e leigas de todo o Brasil continuam acolhendo assinaturas e realizando inúmeras ações com reflexões, orações, leituras coletivas e debates sobre a conjuntura do país marcada pelos sinais de morte com o crescimento incontrolado de contágio do Covid-19, os mais de 107 mil mortos nestes últimos 5 meses no Brasil, as medidas judiciais injustas de reintegração de posse, a dificuldade de inúmeras famílias em ter acesso à renda emergencial, a ocupação de áreas de proteção e terras indígenas para uso criminoso por parte do latifúndio, o descaso governamental com as comunidades tradicionais, os inúmeros fatos que emergem nos noticiários sobre a prática de corrupção de políticos, partidos e grupos vinculados ao atual presidente da República.

A iniciativa desta coleta de assinatura por parte do CLASP – Conselho de Leigos da Arquidiocese de São Paulo em parceria com os conselhos de leigos das regiões episcopais Belém, Brasilândia, Ipiranga, Lapa, Santana e , agregaram nestas ultimas semanas o apoio das lideranças de tantas outras articulações, fóruns, grupos de trabalho, pastorais, organismos eclesiais e conselhos de leigos diocesanos existentes no Brasil.

Atualmente atingiram-se 11 mil assinaturas de lideranças do laicato brasileiro, com o apoio solidário de lideranças internacionais, e se soma as inúmeras outras iniciativas como as 1.500 assinaturas dos Padres da Caminhada que também persistem nesta pauta, o apoio das mais de 50 mulheres que integram o projeto Ministério da Palavra na Voz das Mulheres – MpvM, o Pacto pela Vida com o apoio da CNBB, os processos de formação e articulação da 6ª Semana Social Brasileira e o Grito dos Excluídos de 2020 com o lema Vida em primeiro lugar – Basta de miséria, preconceito e repressão! Queremos Trabalho, Terra, Teto e Participação!

“O despertar do laicato católico é crescente a medida que vamos aderindo a proposta do Papa Francisco na Igreja do Brasil em sintonia com a mensagem profética dos nossos pastores que nos indicam para os clamores da sociedade marcada por miséria e violência” segundo Edson G. P. O. Silva, presidente do CLASP.

O manifesto do laicato ainda pode ser assinado aqui.

No ultimo dia 08 de agosto o CLASP encaminhou a presidência dos Organismos do Povo de Deus (CNBB, CNP, CND, CNLB, CRB e CNIS) o conteúdo do manifesto do laicato e a relação com as mais de 11 mil assinaturas.

 

Eis o manifesto.

Cristãos leigos e leigas, homens e mulheres de boa vontade, manifestam apoio aos bispos que subscrevem a "Carta ao Povo de Deus" referente à necropolítica do atual governo federal.

Nós, cristãos leigos e leigas, mulheres e homens de boa vontade, reafirmamos com fé, esperança e amor total fidelidade à missão da Igreja Povo de Deus, por meio de seus organismos eclesiais e, dessa forma, apoiamos os bispos que subscrevem a Carta ao Povo de Deus e convidamos todas as pessoas para nos unirmos na opção preferencial pela defesa da vida e dos mais empobrecidos de nosso país.

Afirmam os bispos: "Despertemo-nos, portanto, do sono que nos imobiliza e nos faz meros espectadores da realidade de milhares de mortes e da violência que nos assolam. Com o apóstolo São Paulo alertamos que ‘a noite vai avançada e o dia se aproxima; rejeitemos as obras das trevas e vistamos a armadura da luz’ (Rm 13, 12)".

Conclamamos também os demais bispos brasileiros que ainda não subscreveram a Carta ao Povo de Deus, que se sintam motivados pela Palavra do Evangelho que nos interpela hoje e sempre, para que assinem o referido documento como testemunho profético da Igreja Católica no Brasil em defesa dos princípios evangélicos e dos valores da democracia.

Estamos todos juntos caminhando, de mãos dadas, com os nossos irmãos e irmãs, lideranças pastorais e sociais, religiosas e religiosos, diáconos, presbíteros e bispos em resposta ao chamado do Papa Francisco para uma Igreja em saída.

Organização desta manifestação de apoio: Conselho de Leigos da Arquidiocese de São Paulo – CLASP, CNLB Belém, CNLB Brasilândia, CNLB Ipiranga, CNLB Lapa, CNLB Santana, CNLB Sé, GAPD - Grupo de Ação Pastoral da Diversidade, Pastoral de Fé e Política, organizações filiadas ao CLASP como as pastorais, comunidades eclesiais, organismos, entre outros.

30 de julho de 2020

Dia do Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Dia Internacional da Amizade

 

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

11 mil cristãos leigos e leigas continuam apoiando a Carta ao Povo de Deus e procuram mobilizar novas adesões entre bispos, padres, religiosas e religiosos, diáconos e o laicato em geral - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV