A você, com amor. Vinicius de Moraes na oração inter-religiosa desta semana

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa lança ataque frontal ao nepotismo e ao feudalismo no Vaticano

    LER MAIS
  • “Os governos da direita e da extrema direita são muito bons para destruir, mas muito ruins para construir”. Entrevista com Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • Os acontecimentos da semana. A esperança que ressurge em meio à pandemia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


14 Fevereiro 2020

Neste espaço se entrelaçam poesia e mística. Por meio de orações de mestres espirituais de diferentes religiões, mergulhamos no Mistério que é a absoluta transcendência e a absoluta proximidade. Este serviço é uma iniciativa feita em parceria com o Prof. Dr. Faustino Teixeira, teólogo, professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG.

 

A você, com amor

O amor é o murmúrio da terra

quando as estrelas se apagam
e os ventos da aurora vagam
no nascimento do dia...

O ridente abandono,
a rútila alegria
dos lábios, da fonte
e da onda que arremete
do mar...

O amor é a memória
que o tempo não mata,
a canção bem-amada
feliz e absurda...

E a música inaudível...

O silêncio que treme
e parece ocupar
o coração que freme
quando a melodia
do canto de um pássaro
parece ficar...

O amor é Deus em plenitude
a infinita medida
das dádivas que vêm
com o sol e com a chuva
seja na montanha
seja na planura
a chuva que corre
e o tesouro armazenado
no fim do arco-íris.

 

Fonte: Eucanaã Ferraz (Org). Vinícius de Moraes: Música, poesia, prosa teatro. Vol. 1. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2017, p. 492.

Vinicius de Moraes nos anos 1970 (Foto: Ricardo Alfieri | Wikimedia Commons)

Vinicius de Moraes (1913 - 1980): Famoso por sua presença na Música Popular Brasileira - MPB, além de músico, foi poeta, dramaturgo, jornalista e diplomata fluminense. Sua poesia é marcada pelo lirismo, já em 1932 publicada seu primeiro poema, “A transfiguração da montanha”, na revista A Ordem. Seu primeiro livro vem logo em seguida, em 1933, com a obra O caminho para a distância. Entre 1934 e 1955 trabalha em diversos jornais e atua em cargos diplomático representando o Brasil, além de publicar outros livros. 1956 é marcado como ano em que conhecera seu maior parceiro musical, Antônio Carlos Jobim, com quem, dois anos depois, lançaria um dos mais importantes movimentos musicais brasileiro, a Bossa Nova. O lançamento do álbum Canção do Amor Demais marca o período. Com Tom Jobim escreveu e musicou diversas letras, mas a mais famosa de todas é Garota de Ipanema. Outro grande parceiro musical foi o cantor e compositor Toquinho, com quem lançou diversos álbuns durante sua última década de vida. 

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A você, com amor. Vinicius de Moraes na oração inter-religiosa desta semana - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV