O pior ainda está por vir

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • “Sínodo é até o limite. Inclui a todos: Os pobres, os mendigos, os jovens toxicodependentes, todos esses que a sociedade descarta, fazem parte do Sínodo”, diz o Papa Francisco

    LER MAIS
  • Por que a extrema direita elegeu Paulo Freire seu inimigo

    LER MAIS
  • O Papa aos Jesuítas da Eslováquia: “No mundo atual nos assusta sermos livres. Temos medo das encruzilhadas do caminho"

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


17 Dezembro 2019

Leia relatório sobre o desmonte ambiental do ano 1 da era Bolsonaro e as perspectivas para os próximos três anos

O relatório é publicado por Observatório do Clima, 15-12-2019.

DO OC – O Observatório do Clima lançou neste sábado, na COP25, em Madri, o relatório “The worst is yet to come” (“o pior ainda está por vir”), sobre o desmonte ambiental na era Bolsonaro.

Compilando dados oficiais e informações sobre as propostas de políticas socioambientais do governo, o documento faz um alerta a investidores e a parceiros comerciais do Brasil: há uma tentativa em curso de legalizar o que hoje é ilegal – portanto, a barra de exigências de sustentabilidade e direitos humanos precisa subir.

Entre os destaques do relatório estão:

• O número de multas do Ibama lavradas entre janeiro e novembro foi o menor em 15 anos: 10270, contra mais de 13000 no ano passado.

• O desmatamento na Amazônia é o maior em uma década: 9.762 km2.

• O desmatamento em terras indígenas subiu 65%.

• De janeiro a setembro de 2019 foram registrados 160 invasões em 153 terras indígenas. Em todo o ano de 2018 houve 111 invasões em 76 terras.

• 27 pessoas foram assassinadas em conflitos no campo de janeiro a dezembro de 2019, aponta levantamento da Comissão Pastoral da Terra (CPT). Apenas na segunda semana de COP três indígenas guajajara foram assassinados.

• E o pior ainda está por vir. O governo e seus aliados no Congresso planejam para 2020 uma investida contra a legislação ambiental e social: flexibilização do licenciamento, garimpo e soja em terras indígenas e fim da moratória da soja, com prejuízos ainda maiores para a imagem e a inserção internacional do Brasil.

Baixe aqui o documento (em inglês).

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O pior ainda está por vir - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV