Os jesuítas pensam “verde”

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Irreverência

    LER MAIS
  • Uma prova do conclave. O próximo papa assumirá o nome da Comunidade de Santo Egídio

    LER MAIS
  • “Eu estou tirando Deus da Bíblia”. Entrevista com Marc-Alain Ouaknin

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

03 Dezembro 2019

Os jesuítas participarão em diversos fóruns e atividades no marco da COP25 (Madrid, de 02 a 13 de dezembro de 2019) com entidades como a Pontifícia Universidade de Comillas, EcoJesuit, Entreculturas e Alboan.

A Companhia de Jesus recentemente escolheu "O cuidado com a Casa Comum" como uma de suas quatro preferências apostólicas universais

A informação é de Religión Digital, 02-12-2019. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

A Companhia de Jesus na Espanha lança o conjunto de ações e iniciativas previstas que serão realizadas no marco da próxima Conferência das Nações Unidas pela Mudanças Climática que teve início nesta segunda-feira, 02-12, em Madrid, e se estenderá até o dia 13-12. Um grupo de jesuítas e leigos de diferentes organizações participarão na agenda oficial do evento, tanto em atividades institucionais, como espaços da sociedade civil e de movimentos religiosos em defesa do cuidado do planeta. A Universidade de Comillas, o grupo de EcoJesuit, EntreculturasAlboan são algumas das entidades da Companhia que intervirão no marco da cúpula, na qual se prevê que participarão mais de 25 mil pessoas provenientes de mais de 200 países.

A Companhia de Jesus a nível global, escolheu em fevereiro de 2019 suas quatro preferências apostólicas para os próximos 10 anos. Uma delas é precisamente “O cuidado com a Casa Comum”. O padre-geral, em sua recente visita a Andaluzia, apontava a importância que a ecologia tem para a Companhia: “Propomo-nos, desde o que somos e com os meios que temos a nosso alcance, colaborar na construção de modelos alternativos de vida baseados no respeito à Criação e em um desenvolvimento sustentável capaz de produzir bens que, justamente distribuídos, assegurem uma vida digna a todos os seres humanos em nosso planeta”.

Entre as atividades nas quais participarão jesuítas e membros de suas obras, destaca na quinta-feira, 05-12, o Fórum sobre o Cuidado com a Casa Comum, feito pelo Movimento Mundial de Católicos pelo Clima. Será celebrado na Fundação Paulo VI, de Madrid, das 10h às 14h; e contará com a participação de Jaime Tatay, S.J. (professor de Ecologia e Ética, em Comillas) e Irene Ortega (coordenadora de Cidadania de Entreculturas) em duas das mesas redondas do evento.

No dia seguinte, sexta-feira, 06-12, uma marcha de Mobilização contra a Mudança Climática percorrerá a cidade de Madrid, desde Atocha até Novos Ministérios, a partir das 18h. As pessoas e entidades jesuítas participarão dentro da representação do grupo de Católicos pelo Clima. Previamente à manifestação, às 16h30min, ocorrerá uma oração compartilhada na Igreja dos Jerônimos.

O grupo de Ecologia dos jesuítas a nível global, EcoJesuit, também terá uma participação muito ativa na COP25. Seu coordenador, Pedro Walpole, S.J., atenderá ao espaço oficial da Zona Azul da Cúpula, junto a Jaime Tatay, S.J., e outros representantes de Alboan, Entreculturas e Comillas. Ademais, animados pela mobilização e ao compromisso com uma campanha de recolhida de assinaturas na plataforma Visibles.org.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Os jesuítas pensam “verde” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV