Desafios do protagonismo juvenil negro nas periferias

Revista ihu on-line

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Mais Lidos

  • III Jornada Mundial dos Pobres: o papa almoçará com 1500 convidados

    LER MAIS
  • “O Papa não é liberal, é radical”, afirma cardeal Kasper

    LER MAIS
  • III Dia Mundial dos Pobres. A Centralidade dos Pobres na Igreja e na Sociedade

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

30 Outubro 2019

O Centro de Promoção de Agentes de Transformação (CEPAT) promoverá, no dia 08 de novembro, às 8h30, uma Roda de Conversa, intitulada Desafios do protagonismo juvenil negro nas periferias, pelo Ciclo de debates e vivências: Juventudes, Direitos Humanos e Democracia.

Para mediar e conduzir o debate, o CEPAT contará com a presença de Eliane Dias que é mulher negra, mãe, empresária advogada, política e feminista.

A Roda de Conversa acorrerá nas dependências do Colégio Estadual Santos Dumont, na cidade de Curitiba, Paraná.

Conheça melhor Eliane Dias

Apesar de entrar no mercado formal de trabalho aos 14 anos, Eliane já trabalhava de forma informal. Atualmente é advogada, empresária, palestrante, escritora, colunista da revista digital “Marie Claire” e empreendedora musical o que lhe conferiu o prêmio Womens Music Event Awards. Atualmente, faz MBA em Gestão de Negócios na Fundação Getúlio Vargas, vislumbrando um novo nicho no empreendedorismo.

Vem sendo exemplo não só para as mulheres que a cercam, mas para todas as pessoas que passam a conhecê-la. Por onde anda, busca deixar palavras que inspirem as pessoas como: coragem, esperança, determinação, resistência, foco, respeito e carinho. Dona de uma vida que não é fácil, mas não se deixa limitar e conclui tudo o que planeja.

Ao lado de três sócios (um deles seu companheiro), criou a produtora Boogie Naipe que foi pensada a princípio para cuidar apenas da carreira de Mano Brown e acabou tomando proporções maiores. Hoje, a produtora pertence apenas ao casal e, há algum tempo, é responsável pela consolidação da carreira de Mano BrownEdi rockAlt niss, Filiph NeoVictoria Cerrid e do grupo Racionais Mc´s.

Desde 2011, tem um trabalho voltado para o empoderamento e visibilidade das mulheres negras, que ainda são invisibilizadas no contexto das desigualdades racial e de gênero, no Brasil. Toda a sua história até aqui foi construída por conta da sua essência feminista e de nunca desistir de buscar o que é seu por direito.

Confira programação completa

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Desafios do protagonismo juvenil negro nas periferias - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV