"Usar energia atômica nas guerras é imoral. Admiro o povo do Japão e sua capacidade de ressurgir", afirma o Papa Francisco (vídeo)

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


02 Outubro 2019

Imagem: Reprodução

Dias atrás, no contexto da Assembleia Plenária do dicastério da comunicação, encontro no qual participava o cardeal Thomas Aquinas Manyo Maeda, arcebispo de Osaka, o Papa Francisco fez algumas observações breves, mas muito significativas, para a TV KTN de Nagasaki, justamente quando faltam pouco mais que 50 dias para sua chegada ao Japão, no próximo 23 de novembro.

A informação é publicada por Il sismografo, 01-10-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

Falando em espanhol, o Santo Padre disse: "Sinto-me profundamente tocado e respeito o Japão quando leio a história dos mártires e as experiências das vítimas de Hiroshima e Nagasaki. Penso nos mártires, com aquela perseverança e com aquela constância na fé, por defender o que eles acreditavam, defender suas convicções, mas também sua liberdade cristã. Depois poderíamos falar sobre outro martírio mais humano, aquele da bomba atômica que o povo sofreu... Eu admiro esse povo porque elas foi capaz de ressurgir depois daquela prova infernal. Vocês são um povo capaz de ressurgir, um povo que sempre olha para a frente. Uma última reflexão. O lançamento de bombas atômicas sobre vocês foi monstruoso. Por isso agora quero reiterar aqui uma verdade: usar a energia atômica para fazer a guerra é imoral."

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"Usar energia atômica nas guerras é imoral. Admiro o povo do Japão e sua capacidade de ressurgir", afirma o Papa Francisco (vídeo) - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV