Suíça. O bispo de Chur se aposenta em uma casa lefebvriana

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Está chegando o cato-fascismo

    LER MAIS
  • O encontro com Esther Duflo, Prêmio Nobel de Economia

    LER MAIS
  • Sigilo em torno do Sínodo da Amazônia mostra tensão entre transparência e discernimento

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

21 Maio 2019

Vitus Huonder, 77 anos, compromete-se a "contribuir para a unidade da Igreja, não para marginalizar, mas para discernir, para acompanhar e para ajudar a integrar"

A reportagem é de Iacopo Scaramuzzi, publicada por Vatican Insider, 20-05-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

O bispo suíço de Chur, Vitus Huonder, 77 anos, irá se aposentar em uma casa dos lefebvrianos. A Sala de Imprensa do Vaticano anunciou que o Papa Francisco aceitou a renúncia do Monsenhor Huonder e nomeou administrador apostólico "sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis", monsenhor Peter Buercher, suíço, 73 anos, bispo emérito de Reykjavik.

Em uma carta aos fiéis da diocese, monsenhor Huonder, desde o último dia 21 de abril, no cargo "até que a sucessão do bispo seja decidida", escreve que "como já divulgado", residirá na casa sacerdotal do Instituto Sagrada Maria em Wangs, no cantão de São Galo: "Este instituto pertence à Fraternidade Sacerdotal São Pio X. De acordo com o Santo Padre Francisco, comprometo-me a contribuir para a unidade da Igreja, não para marginalizar, mas para discernir, para acompanhar e para ajudar a integrar”.

Em uma nota assinada conjuntamente pelo prelado e por Dom Davide Pagliarani, superior geral dos lefebvrianos, consta que "segundo um desejo de longa data, Monsenhor Huonder se retira para uma casa da Fraternidade de São Pio X. O único objetivo desta escolha é consagrar-se à oração e ao silêncio, celebrar exclusivamente a missa tradicional e atuar para a Tradição, único caminho para renovar a Igreja. A Fraternidade de São Pio X - conclui a nota – aprecia a corajosa decisão de Monsenhor Huonder e está feliz em poder proporcionar-lhe o ambiente espiritual e sacerdotal que intensamente deseja. Que este exemplo possa ser seguido por outros, para ‘restaurar cada coisa em Cristo’".

O monsenhor Vitus Huonder, que o teólogo progressista seu compatriota Hans Küng definiu como "ultra-conservador", é conhecido por sua postura moral, seu total fechamento em questões como a comunhão para divorciados recasados. Ele esteve no noticiário por uma citação bíblica da pena de morte para pessoas homossexuais. Ao longo dos anos, um grupo de fiéis de sua diocese formou uma associação, "Es Reicht! (Agora basta!), para pedir ao Papa o afastamento do prelado. Mas, ao chegar à idade da aposentadoria, ou seja, 75 anos, dois anos atrás, o papa o confirmou para mais dois anos.

O recém-nomeado administrador apostólico, Monsenhor Buercher, comentou em uma carta aos fiéis: "Muitas vezes, quando ouvia falar da sucessão do bispo Vito, devo dizer honestamente que jamais teria pensado que poderia ter acontecido o que me aconteceu há alguns dias ...! Foi uma verdadeira surpresa para mim! Come bispo emérito, ou seja, bispo aposentado, na idade de 73 anos eu estava procurando um pouco de descanso ... Não, o Papa Francisco, em sua atenção à diocese de Chur, decidiu o contrário! E isso, apesar de ter tido a oportunidade de apresentar-lhe todas as minhas preocupações e reservas sobre esta nova missão como administrador apostólico da diocese de Chur [...]. O Papa quis confiar essa tarefa a um bispo e apenas por poucos meses [...] Sim, apenas por poucos meses, como ele me disse várias vezes pessoalmente durante a audiência privada que me foi concedida no Vaticano em 11 de maio. Eu sou agora, portanto, seu servo. Eu quero ouvir vocês. Um servo ouve, para melhor servir".

O novo administrador apostólico quis dirigir a sua saudação, em particular, "àqueles que, após numerosas notícias negativas, como os casos de abuso, se sentem decepcionados com a sua Igreja ou com a vida em geral, bem como com aqueles que sofrem no corpo e/ou na alma. É especialmente para eles que hoje fui enviado pelo Papa Francisco como administrador apostólico da diocese de Chur, mas também para todos os outros. Hoje, ele me confiou por alguns meses todos os direitos e deveres de um bispo diocesano para a diocese de Chur".

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Suíça. O bispo de Chur se aposenta em uma casa lefebvriana - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV