Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) completa 50 anos e faz o seu Congresso

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Sigilo em torno do Sínodo da Amazônia mostra tensão entre transparência e discernimento

    LER MAIS
  • Está chegando o cato-fascismo

    LER MAIS
  • “Facebook ameaça a democracia”, adverte Chris Hughes, cofundador da rede social

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

21 Maio 2019

Desde sexta feira, dia 17 de maio, as estradas do Brasil estão com uma movimentação diferente da que normalmente recebem. Caravanas de pescadores e pescadoras artesanais saíram de suas comunidades e seguem com destino à Belém do Pará, onde acontece nessa semana, o Congresso de 50 anos do Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP).

A reportagem é de Lígia Apel, publicada por Conselho Pastoral dos Pescadores - CPP, 20-05-2019.

Comemorando seu Jubileu, o CPP realiza o Congresso para trazer sua trajetória de apoio aos trabalhadores e trabalhadoras da pesca desde a sua criação, nos anos 1960, até os dias atuais e apontar caminhos para a continuidade da luta. O CPP nasceu no período da ditadura militar, quando as forças populares lutavam por cidadania e dignidade humana. Nessa luta, os movimentos sociais sofriam perseguições porque contrariavam os rumos da política nacional adotada no país. Para o Frei Alfredo Schnuettgen, fundador do CPP, era necessário investir na ação pastoral, na resistência, profetismo e esperança da Igreja do Brasil junto aos pescadores e pescadoras. Esse foi o caminho seguido por Frei Alfredo, que recebeu o apoio de Dom Helder Câmera, para a criação do CPP.

Deu certo! 50 anos depois, esse caminho continua sendo trilhado e o Congresso contará sua história, mostrando que “a força libertadora do Evangelho transforma as estruturas geradoras de injustiça, tornando pescadores e pescadoras agentes de sua história e construtores de uma nova sociedade”. Assim descreve o texto orientador do Congresso, que também revela que a organização destes profissionais da pesca avançou na luta e trouxe importantes conquistas. Especialmente na década de 1980 com a formação da Constituinte da Pesca e suas incidências na Constituição Federal de 1988.

Tempos de renovação das esperanças

Em todos esses anos, a resistência e a esperança foram forças que moveram a luta dos pescadores e pescadoras artesanais. Hoje, em um momento em que as políticas nacionais retrocedem e se voltam contra os direitos conquistados, é hora de renovar as esperanças resistindo a tais ataques. Os cerca de 500 pescadores e pescadoras que chegam a Belém para o Congresso do CPP vêm animados pelo lema que enaltece esses sentimentos: “CPP 50 anos: Celebrar a Resistência, Profetizar a Esperança”. 

O pescador Carlos Alberto Soares, mais conhecido como Carlinhos, de 62 anos, mora na comunidade Ilha do Capim, em Abaetetuba, no Pará. É integrante do Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais (MPP) desde o início das organizações. Ao relatar os problemas de sua região, Carlinhos diz que os conflitos são grandes e ocasionados pelas empresas portuárias que estão se instalando nos territórios pesqueiros de Barcarena, Abaetetuba, Mosqueiro e outros municípios: “Essas empresas colocam em risco o ambiente, o pescado e os pescadores porque estão contaminando as águas com o lastro das embarcações que são despejados nos rios. Degradando o ambiente, o pescado não sobrevive. Sem pescado, o pescador deixa de existir”, diz Carlinhos com a voz revelando grande preocupação com o futuro das comunidades impactadas pela ação das empresas.

Assim como Carlinhos, os pescadores e pescadoras que vêm ao Congresso trazem na bagagem os problemas que enfrentam em seus territórios pesqueiros. Mas, também trazem resistência e, aqui, junto com os companheiros e companheiras revitalizarão as esperanças para continuar a luta.

Ormezita Barbosa, secretária executiva do CPP, fala dessa animação: “Estamos animadas com as notícias que chegam das caravanas que vêm de várias partes do Brasil. Esse Congresso está sendo muito celebrado por nós, pelas comunidades, pelos parceiros. É um sentimento misto de alegria e preocupação. Queremos acolher a todos com muita festa, debater nossos problemas e apontar caminhos de solução para sairmos daqui fortalecidos para as lutas que teremos que enfrentar em nossos territórios”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP) completa 50 anos e faz o seu Congresso - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV