O novo pacto pela economia que o Papa deseja

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Müller também se recusa, na 'TV do diabo', a participar do Sínodo

    LER MAIS
  • Aquele que veio para desconstruir e devastar - Frases dia

    LER MAIS
  • Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


17 Mai 2019

O Papa Francisco sonha com um "pacto" para "mudar a economia atual e dar uma alma à economia do amanhã". Ele gostaria de firmar isso com os "jovens economistas, empresários e empresárias de todo o mundo" e, para esse fim, os convoca para um encontro de três dias em Assis: marcado é para 26 e 28 de março do ano que vem. Ele também estará presente.

O comentário é de Luigi Accattoli, publicado por Corriere della sera, 15-05-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

Na última quarta-feira a iniciativa foi apresentada no Vaticano com o logotipo "Economy of Francesco", onde Francisco - obviamente - é o santo de Assis. Na apresentação estavam presentes o bispo de Assis e o cardeal africano Turkson, que na Cúria é o homem que ajuda Bergoglio na frente do "desenvolvimento humano integral".

A carta do Papa que lança a iniciativa tem um tom elevado: "Junto com vocês (jovens), e para vocês, eu farei apelo para alguns dos melhores estudiosos e especialistas da ciência econômica, bem como para empresários e empresárias que hoje já estão empenhados em nível mundial para uma economia coerente com esse quadro ideal (ou seja, uma economia de solidariedade). Eu confio que eles vão responder. E confio sobretudo em vocês, jovens, capazes de sonhar e prontos a construir, com a ajuda de Deus, um mundo mais justo e mais belo”.

Francisco tem 82 anos e muitas oposições, mas lança uma ideia por dia. Ele lida com o Islã e a China, pediu às Academias pontifícias que estudem a inteligência artificial que considera o desafio do futuro e para outubro convocou um sínodo da Amazônia que também tratará de seu destino ecológico. E agora essa aposta na economia: que o Céu o ajude.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O novo pacto pela economia que o Papa deseja - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV