Papa demite cardeal McCarrick do estado clerical

Revista ihu on-line

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

Mais Lidos

  • Livro analisa os teólogos, a virada ecumênica e o compromisso bíblico do Vaticano II

    LER MAIS
  • Adaptando-se a uma ''Igreja global'': um novo comentário internacional sobre o Vaticano II. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Desigualdade bate recorde no Brasil, mostra estudo da FGV

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

18 Fevereiro 2019

O ex-cardeal estadunidense Theodore McCarrick, convertido nos últimos meses no símbolo da corrupção e dos abusos a menores na Igreja dos Estados Unidos, foi sentenciado neste sábado à demissão do estado clerical. O Vaticano o expulsou do sacerdócio, e o purpurado, de 88 anos, volta assim à vida laica em uma decisão histórica às vésperas do encontro que será realizado nesta semana no Vaticano com todos os presidentes das conferências episcopais do mundo para tratar a questão das agressões sexuais por parte do clero.

A reportagem é de Daniel Verdú, publicado no El País, 16-02-2019. A tradução é de Graziela Wolfart.

O Papa, com esta decisão estrategicamente anunciada, converteu a cabeça de McCarrick em um “aviso aos navegantes” da reunião que começa na quinta-feira e da qual participam cerca de 170 líderes religiosos. A redução ao estado laico é a pena mais dura contemplada na lei canônica e o ex-cardeal é o religioso de maior relevância na história recente da Igreja católica sobre o qual essa sentença se impôs. A mensagem que Francisco busca passar é clara: ninguém mais é intocável.

Conforme pode ser lido no comunicado oficial, a Congregação para a Doutrina da Fé, órgão que se encarrega de julgar estes assuntos, considera o ex-purpurado culpado de abusar menores e adultos com o agravante de abuso de poder, e por isso lhe impõe a pena da redução ao estado laical. McCarrick (Nova York, 1930) foi ordenado cardeal por João Paulo II e participou do conclave de abril de 2005, no qual foi eleito o pontífice Bento XVI. No seguinte, onde foi nomeado o atual Pontífice, já tinha mais de 80 anos e não podia votar.

O caso McCarrick provocou neste verão uma das maiores crises dos últimos tempos na Santa Sé. Uma tempestade que afetou Francisco diretamente. O ex-cardeal e arcebispo de Washington entre 2000 e 2006, foi acusado de abusar sexualmente de menores e de comportamentos indevidos com jovens sacerdotes. No último dia 20 de julho um homem rompeu seu silêncio depois de quatro décadas e contou ao The New York Times que o ex-cardeal havia abusado dele quando era menor de idade. O Papa, já em uma histórica decisão, o afastou do Colégio Cardinalício (a última vez remonta a 13 de setembro de 1927) e o ordenou que permanecesse afastado de suas funções e recluso até que se resolvesse sua situação em um processo canônico.

Uma semana depois, no entanto, o arcebispo e ex-núncio em Washington, Carlo Maria Viganó, acusou Francisco em uma carta de ter encoberto durante anos os abusos de McCarrick e pediu sua renúncia. Os argumentos estavam cheios de imprecisões e incertezas e, em parte, escondiam o rancor de Viganó por não ter chegado a ser cardeal. Mas o que aquelas 11 páginas revelaram foi a frouxidão com que os três últimos papas trataram uma questão convertida em segredo. A tempestade desatada derivou, entre outras coisas, no encontro que começa esta semana (entre os próximos dias 21 a 24 de fevereiro) para tratar o tema dos abusos de uma forma global. A cabeça de McCarrick será agora o símbolo do início do encontro.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa demite cardeal McCarrick do estado clerical - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV