Papa Francisco encontra-se com as prefeitas de Madrid, de Barcelona e com o fundador de Opens Arms

Revista ihu on-line

Etty Hillesum - A resistência alegre contra o mal

Edição: 534

Leia mais

Direito à Moradia, Direito à Cidade

Edição: 533

Leia mais

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Mais Lidos

  • “A desinformação sobre as Universidades Públicas é proposital e tem a intenção de justificar o discurso privatista”. Entrevista com Mônica Ribeiro

    LER MAIS
  • "Coquetel" com 27 agrotóxicos foi achado na água de 1 em cada 4 municípios – consulte o seu

    LER MAIS
  • Steve Bannon comanda ataque orquestrado ao Papa e a suas ideias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

11 Fevereiro 2019

"Estou ciente das muitas dificuldades que vocês encontram em vosso serviço cotidiano." Papa Francisco recebe os representantes da Associação Nacional dos Magistrados, 110 anos depois de sua fundação, e faz uma reflexão sobre os "obstáculos" que enfrentam no seu trabalho, desde a "falta de recursos" até a "crescente complexidade das situações jurídicas", e também aproveita a oportunidade para denunciar os “vazios legislativos'' na Itália: "Todos os dias vocês precisam se confrontar, por um lado, com a infinidade de leis e, pelo outro lado, com os vazios legislativas em algumas questões importantes, entre as quais aquelas sobre o início e o fim da vida, o direito da família e à complexa realidade dos imigrantes".

A reportagem é de Gian Guido Vecchi, publicada por Corriere della Sera, 10-02-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

Sobre a família, em especial, Francisco já havia acusado "as lógicas que favorecem o indivíduo em vez das relações e do bem comum" no discurso proferido no ano passado no Fórum das Famílias: "É difícil entender o valor da família, embora nos últimos anos de crise econômica, a família tenha representado o mais poderoso amortecedor social, capaz de redistribuir os recursos de acordo com a necessidade de cada um".

O pontífice observou que "o pleno reconhecimento e apoio adequado à família deveriam representar a primeira preocupação por parte das instituições civis, chamadas a promover a constituição e o crescimento de famílias sólidas e serenas, que se ocupem da educação dos filhos e cuidem de situações de fragilidade".

Sobre a questão dos migrantes, entre outras coisas, é significativo que Francisco tenha recebido em audiência privada na noite de sexta-feira as prefeitas de Madrid e Barcelona, Manuela Carmena e Ada Colau, e o fundador da Open Arms, Oscar Camps, que chegaram a Roma para a reunião de alguns prefeitos de grandes cidades espanholas e italianas em apoio às ações de resgate das ONGs no Mediterrâneo.

Enquanto o Papa concluía sua reunião com os magistrados, a Santa Sé anunciou uma importante inovação no setor financeiro: a criação de uma “Autoridade anticorrupção" no Vaticano. De fato, trata-se de uma evolução e um reforço do Gabinete do Auditor Geral das contas, o órgão que tem a função de controlar os balanços: a nova Autoridade, ligada ao Conselho da Economia, terá o poder de "solicitar e obter” os orçamentos de todas as administrações do Vaticano.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa Francisco encontra-se com as prefeitas de Madrid, de Barcelona e com o fundador de Opens Arms - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV