Lobby da indústria de videogames

Revista ihu on-line

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

Mais Lidos

  • As tranças de Greta e a encíclica do Papa Francisco

    LER MAIS
  • A Igreja precisa discutir seriamente o celibato, o papel das mulheres e a moral sexual, afirma Cardeal Marx

    LER MAIS
  • Morre Fernando de Brito, frade dominicano

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

11 Janeiro 2019

A indústria de videogames dos EUA está fazendo lobby para que a Organização Mundial da Saúde retire da pauta de sua próxima assembleia a votação em que os governos devem ratificar a compulsão por esses jogos como problema de saúde. No ano passado, a OMS definiu que se as pessoas evitam outras atividades para dedicar tempo aos games, a despeito das consequências negativas (como negligência de relações interpessoais), elas sofrem de uma desordem.

A informação é publicada por Outra Saúde, 11-01-2018.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Lobby da indústria de videogames - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV