Lucro dos maiores bancos do Brasil cresce 28,5% no 3º trimestre e é o maior desde 2006

Revista ihu on-line

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Mais Lidos

  • Que diabos aconteceu com o Brasil? Artigo de Paul Krugman

    LER MAIS
  • "A epidemia da descortesia". "Não há saída para o nacional-socialismo global”. Entrevista com Franco Berardi

    LER MAIS
  • ''Para quem não têm fé, resta a fidelidade. Não existe Ocidente sem valores cristãos.'' Artigo de André Comte-Sponville

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Novembro 2018

Ganho consolidado de Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil foi de R$ 17,47 bilhões no período de julho a setembro.

A reportagem é de Darlan Alvarenga, publicada por G1, 08-11-2018.

O lucro líquido dos 4 maiores bancos do Brasil com ações na bolsa somou R$ 17,47 bilhões no 3º trimestre. O valor representa uma alta de 28,5% na comparação com a mesma etapa do ano passado.

Na comparação com o 2º trimestre, a soma dos lucros do Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santander teve alta de 3,5% no 3º trimestre.

Segundo dados da Economatica, trata-se do maior lucro consolidado nominal (sem considerar a inflação) em 12 anos. O levantamento considera os demonstrativos financeiros contábeis disponibilizados pelas instituições trimestralmente desde o final de 2006, início da série disponibilizada pelo Santander na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ajustado pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), considerado a inflação oficial do país, o lucro consolidado dos 4 bancos no 3º trimestre foi o maior desde o 2º trimestre de 2015 (R$ 20,5 bilhões ou R$ 17,34 bilhões em termos nominais).

Segundo os balanços divulgados pelos bancos, o aumento dos lucros foi impulsionado pelo crescimento das receitas com tarifas e prestação de serviços, menores despesas com provisões para calotes e menor custo do crédito.

Itaú lidera ganhos

O maior lucro no 3º trimestre entre os bancos foi o do Itaú, com R$ 6,247 bilhões, um crescimento de 2,8% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O Bradesco teve lucro líquido de R$ 5,009 bilhões, o que representa uma alta de 73,7% na comparação com o 3º trimestre de 2017.

O Banco do Brasil reportou lucro líquido de R$ 3,175 bilhões, alta de 11,78% na comparação anual.

Já o Santander teve lucro líquido de R$ 3,039 bilhões, um crescimento de 2,2%.

Historicamente, o setor bancário é o que registra os maiores ganhos entre as empresas de capital aberto no país. No 2º trimestre, entre 6 maiores lucros, 4 foram destas instituições financeiras.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Lucro dos maiores bancos do Brasil cresce 28,5% no 3º trimestre e é o maior desde 2006 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV