Negras e negros. Resistir, recontar e religar

Revista ihu on-line

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

Mais Lidos

  • Carta do Papa Francisco a Leonardo Boff

    LER MAIS
  • 'Plantar horta na cidade é fazer micropolítica', diz Aílton Krenak

    LER MAIS
  • “O problema da violência sexual é político, não moral”. Entrevista com Rita Segato

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Jonas Jorge da Silva | 24 Agosto 2018

No último dia 21 de agosto, o Centro de Promoção de Agentes de Transformação (CEPAT), com o apoio do Instituto Humanitas Unisinos (IHU), Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida (OLMA) e Associação Cultural de Negritude e Ação Popular (ACNAP), teve a alegria de realizar o lançamento da série audiovisual Negritude e Branquitude: novos olhares, dirigida por Gustavo Castro.

Com a presença de diversos movimentos e organizações sociais, o lançamento também contou com diversas apresentações culturais, religiosas e de resistência.

Os depoimentos e vivências dos entrevistados para essa produção revelam um forte dinamismo de luta e resistência contra o racismo, a intolerância e a homogeneidade cultural.

Focada na importância de relações sociais justas, a série valoriza a pluralidade de visões de mundo, crenças religiosas, expressões culturais e a perspectiva de gênero, com forte protagonismo político.

Noite de lançamento da série audiovisual 'Negritude e Branquitude: novos olhares' (Foto: Matheus Leonardo Arruda)

Em três episódios - Negritude em Resistência (10 min), Caminhos de Religação (10 min) e O samba que reconta Curitiba (12 min) -, é possível perceber o modo como o engajamento político, a espiritualidade e a cultura se entrelaçam na vida das(os) entrevistadas(os), a partir da resistência negra.  

O forte acento no protagonismo das mulheres, aliado ao debate das relações étnico-raciais, torna essa produção um rico material didático para se contrapor aos atuais discursos de ódio e intolerância no cenário brasileiro.  

Tendo isso presente, o CEPAT disponibiliza os três episódios na íntegra. Confira, abaixo, cada uma das abordagens:

Episódio 01: Negritude em Resistência

Episódio 02: Caminhos de Religação

Episódio 03: O samba que reconta Curitiba 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Negras e negros. Resistir, recontar e religar - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV