Chile. Mons. Bertomeu: ''Viemos pedir perdão em nome do papa''

Revista ihu on-line

Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

Edição: 524

Leia mais

A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

Edição: 523

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

Edição: 524

Leia mais

A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

Edição: 523

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

Mais Lidos

  • "A Europa não sabe mais o que fazer do cristianismo"

    LER MAIS
  • Crianças enjauladas: onda de indignação também nos EUA pelo tratamento reservado aos pequenos migrantes vindos do México

    LER MAIS
  • O choro desesperado das crianças separadas dos seus pais na fronteira dos EUA

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Junho 2018

“Viemos pedir perdão em nome do Santo Padre.” Essas são as palavras ditas por Jordi Bertomeu em sua chegada ao aeroporto internacional de Santiago do Chile. Junto com ele, estava o arcebispo Charles Scicluna, chefe desta segunda missão especial desejada pelo papa e que se segue à de fevereiro passado.

A reportagem é de Il Sismografo, 12-06-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Mons. Bertomeu também não quis confirmar nem desmentir a aceitação de outras renúncias episcopais por parte do papa. O oficial da Congregação da Doutrina da Fé acrescentou: “Devemos deixar as coisas nas mãos do papa. Mas devemos ter muito cuidado e rezar para que tudo corra bem”.

Os dois enviados do papa foram acolhidos pelo núncio apostólico no Chile, Dom Ivo Scapolo. Dom Scicluna não quis fazer nenhum comentário.

Dom Scicluna e Mons. Bertomeu trabalharão na capital, Santiago, até o dia 14 e, depois, a partir daquele dia até o dia 17, na cidade de Osorno. Por fim, nos últimos dois dias no Chile, 18 e 19, retornarão a Santiago.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile. Mons. Bertomeu: ''Viemos pedir perdão em nome do papa'' - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV