Bioética. Ponte para o futuro. Obras inéditas de Van Rensselaer Potter são lançadas no Brasil

Revista ihu on-line

Sistema público e universal de saúde – Aos 30 anos, o desafio de combater o desmonte do SUS

Edição: 526

Leia mais

Karl Marx, 200 anos - Entre o ambiente fabril e o mundo neural de redes e conexões

Edição: 525

Leia mais

Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

Edição: 524

Leia mais

Mais Lidos

  • “Debate Aparecida”, reunirá, no dia 20 de setembro, candidatos à Presidência da República para as eleições de 2018

    LER MAIS
  • O Papa condena com ‘dor e vergonha’ as ‘atrocidades’ dos abusos sexuais. Carta do Papa Francisco ao Povo de Deus

    LER MAIS
  • Ruralistas pedem suspensão dos processos de demarcação de terras indígenas e quilombolas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Junho 2018

"Esse projeto de tradução e de organização do pensamento de Potter em língua nacional iniciou em 2014, com negociações junto a família Potter, com autorização para a tradução e a publicação da obra inicial Bioética: ponte para o futuro, em 2016. Nos dias 28, 29 e 30 de junho de 2018, em Curitiba (PUCPR), durante II Congresso Internacional Iberoamericano de Bioética e o VIII Congresso de Humanização e Bioética, serão lançadas duas outras obras do autor"

O comentário é de Leo Pessini, pós-doutor em bioética pela Universidade Edinboro, na Pensilvânia (EUA), Instituto de Bioética James Drane. Pessini é autor de inúmeras obras de bioética e Teologia Moral, entre outras, Bioética em tempos de globalização (Ed. Loyola, São Paulo, 2015). Conferencista nacional e internacional, atualmente é o Superior Geral dos Camilianos (2014-2020), residindo e trabalhando em Roma (Itália).

Eis o artigo. 

A bioética brasileira, embora ainda seja muito recente, em pouco tempo conquistou um importante espaço no cenário nacional e internacional. Centenas de pesquisadores, professores e estudantes de programas de pós-graduação, de diferentes áreas do conhecimento, têm contribuído com a pesquisa científica, na produção de um pensamento voltado para os problemas de nossos tempos. As inúmeras publicações em revistas nacionais e internacionais, e a quantidade de bioeticistas que participam dos eventos científicos são a prova de que a bioética brasileira se encontra em plena expansão.

Se as referências acima já asseguram um lugar de destaque à bioética brasileira, a tradução e a publicação das obras de um dos autores considerado um dos “pais” da bioética, Van Rensselaer Potter, em língua nacional, coloca a bioética no Brasil ainda mais em evidência, pois nos tornamos a única nação no mundo que possui o pensamento de um dos “fundadores da bioética” em língua nacional. Essa conquista, com certeza, ampliará as futuras pesquisas em bioética no território nacional.

Esse projeto de tradução e de organização do pensamento de Potter em língua nacional iniciou em 2014, com negociações junto à família Potter, com autorização para a tradução e a publicação da obra inicial Bioética: ponte para o futuro, em 2016. Neste mês de junho de 2018, nos dias 28, 29 e 30, em Curitiba (PUCPR), durante o II Congresso Internacional Iberoamericano de Bioética e o VIII Congresso de Humanização e Bioética, serão lançadas duas outras obras do autor: a primeira intitulada Bioética global, na qual Potter retomou seu pensamento bioético, e a obra Van Rensselaer Potter: um bioeticista original, que reúne os principais escritos de bioética que Potter publicou nas revistas científicas de seu tempo. Nessa última obra são acrescentados textos dos maiores intérpretes nacionais e internacionais do pensamento de Potter.

A tradução, organização e lançamento dessa trilogia potteriana é fruto de um trabalho conjunto de pesquisadores nacionais de diferentes instituições, que acreditaram e investiram tempo e recursos neste projeto. Leo Pessini (Universidade do Vale do Sapucaí – Pouso Alegre (MG) - Superior Geral dos Camilianos - 2014-2020 - Roma –Itália); Diego Zanella (Universidade Franciscana – Santa Maria/RS) e Anor Sganzerla (Pontifícia Universidade Católica do Paraná – SBB/PR), como também de Edições Loyola (Jesuítas), que dispõe hoje do melhor e maior catálogo de bioética em língua portuguesa, com obras nacionais e internacionais de autores referenciais na área da bioética.

Foto: Divulgação/ Livraria Cultura 

1- Bioética: ponte para o futuro (2016)

O termo bioética foi cunhado por Potter em 1970 nos EUA, e o termo aparece no título de seu artigo Bioética: a ciência da sobrevivência, que no ano seguinte se tornaria o primeiro capítulo do seu famoso livro Bioética: ponte para o futuro. Nesta publicação, o autor chama a atenção para os perigos dos avanços tecnocientíficos sem a devida avaliação ética. Separar a ciência do homem e do ambiente significa ameaçar a sobrevivência da espécie humana, por isso a ciência necessita de uma orientação segura. Concluiu o autor que a sobrevivência deve ser o objetivo de nossa sabedoria.

 

 

Foto: Divulgação/ Edições Loyola

2- Bioética Global: Construindo a partir do legado de Leopold (2018)

Na obra Bioética Global, escrita em 1988, V.R. Potter amplia sua visão original de Bioética ponte para Bioética Global. Esta nova visão de bioética engloba a dimensão cósmica e ecológica da vida de todos os seres vivos e do planeta. A obra é inspirada em Aldo Leopold, conforme bem expressa o subtítulo do livro: Construindo a partir do legado de Leopold.

Nesta obra o autor também reage fortemente contra esta visão reducionista de bioética nos EUA (“ética biomédica atualizada”). Em tempos de crise ecológica e globalização que universaliza indiferença e exclusão, mais que solidariedade, é muito salutar conhecermos as intuições originais de Potter.

 

Foto: Divulgação/ Edições Loyola

3- Van Rensselaer Potter: um bioeticista original (2018)

Van Rensselaer Potter: um bioeticista original é uma obra inédita na literatura bioética mundial, com artigos do próprio autor e também de seus intérpretes nacionais e internacionais. A arquitetura do livro, parte do conhecimento da pessoa e obra deste que é considerado um dos “pais da bioética”. A seguir abordam-se, em partes distintas, os conceitos de bioética ponte, global e profunda. Na seção de anexos são transcritos três vídeos que o autor, na impossibilidade de comparecer, enviou para três eventos mundiais de bioética. Em tempos de crise ecológica é muito saudável encarar a perspectiva cósmico-ecológica da bioética de Potter. Aqui bioética e esperança se dão as mãos como garantia do futuro da vida no planeta.

São organizadores e autores dessa obra: Leo Pessini; Diego Carlos Zanella e Anor Sganzerla.

Enfim, numa época marcada pelo protagonismo do “bios”, contrapor “Ethos” (ética, valores) é sinal de sabedoria cultural. Um outro mundo é possível ser construído, uma sociedade mais justa e saudável, interdependente e respeitosa das diferenças culturais, em harmonia com a natureza, protetora da biosfera e do futuro da vida no Planeta! Somos desafiados em sermos protagonistas e assumirmos nossas responsabilidades nesta direção. É por isso que ler estas obras de Potter se torna quase uma obrigação, para o resgate desta esperança e para um agir consciente, inovador e transformador.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bioética. Ponte para o futuro. Obras inéditas de Van Rensselaer Potter são lançadas no Brasil - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV