9 de junho de 1971

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • “A Terra é um presente para descobrir que somos amados. É preciso pedir perdão à Terra”, escreve o Papa Francisco

    LER MAIS
  • Piketty: a ‘reforma agrária’ do século XXI

    LER MAIS
  • Sínodo, o único sacerdote indígena: “Eu deixaria o sacerdócio se entendesse que o celibato não serve mais para mim”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Junho 2019

Héctor Gallego. Panamá, †1971

Sacerdote colombiano, 33 años, mártir de los campesinos panameños, en Santa Fe de Veraguas. Héctor Gallego llegó a Panamá, procedente de Colombia en 1967, en una época crucial en la vida de la Iglesia universal (Concilio Vaticano II) y, especialmente, de la Latinoamericana (Medellín), de mano del obispo McGrath. Desde 1967 estuvo trabajando en los campos de Santa Fe de Veraguas, luchando contra las injusticias y los abusos de los terratenientes, organizando a los campesinos en cooperativas, llevando la Palabra de Dios a todas las comunidades, denunciando en los medios de comunicación las situaciones injustas.

Se empezó a convertir en un personaje molesto para los enriquecidos dueños de las tierras, ya que los campesinos empezaban a vender los productos a justos precios. Una noche, mientras estaba en casa de Jacinto, uno de los campesinos con los que trabajaba, se acercaron unos militares en un jeep y le pidieron que acudiera al cuartel. Él les respondió que le dejaran dormir esa noche, que estaba cansado, y se acercaría a la mañana siguiente por su propio pie. Ellos insistieron, así que entró en la casa, tranquilizó a Jacinto y su familia con una sonrisa, se vistió y les acompañó. Desde ese momento hubo movilizaciones para que lo devolvieran, pero fueron en vano. Hay quien dice que lo mataron esa misma noche. Hoy, la Cooperativa «Esperanza de los Campesinos» sigue trabajando, y es el mejor testimonio de su presencia. Héctor Gallego está vivo. 

 

Pe. HÉCTOR GALLEGO
Mártir a serviço dos camponeses


Héctor Gallego, sacerdote colombiano de 33 anos, mártir a serviço das comunidades camponesas de Santa Fé, em Veráguas, Panamá. Chegou da Colômbia em 1967, em um momento crucial na vida da Igreja universal (Vaticano II) e, especialmente, da América Latina (Medellin).

Trabalhou nas áreas de Santa Fé de Veraguas, lutando contra as injustiças e abusos dos fazendeiros, organizando os agricultores em cooperativas, levando a Palavra de Deus a todas as comunidades, denunciando nos meios de comunicação as situações injustas em que o povo panamenho vivia.

Foi pioneiro na promoção da CEB’s, na leitura popular da Bíblia, nos cursos de conscientização, no estímulo a organização popular.

Ele começou a se tornar um incômodo para os ricos proprietários de terra. Uma noite, enquanto estava na casa de um dos agricultores com quem trabalhava, alguns soldados vieram em um jipe ​​e pediu para que Pe. Hector fosse até o quartel. Ele disse que iria dormir, pois estava cansado, e que na manhã seguinte iria ao quartel com seus próprios pés. Os soldados insistiram, então Héctor entrou na casa e tranquilizou o amigo camponês e sua família com um sorriso, e os acompanhou. Desde aquela noite não foi mais visto, alguns dizem que ele foi morto naquela noite.

Afirmava um padre amigo seu, “este homem tem vivido o Evangelho até as últimas conseqüências”. Maria Lopes Vigil, publicou um livro comovente dedicado ao jovem mártir de vida fecundíssima: “Héctor Gallego está vivo!”.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada



 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

9 de junho de 1971 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV