Casamento real britânico. O bispo Curry cativa com sua homilia sobre o amor

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Nunca se viu no Brasil um governo tão abençoado pelas igrejas

    LER MAIS
  • Cardeal Hollerich “está aberto” ao sacerdócio das mulheres

    LER MAIS
  • "A REPAM é fazer conectar aquilo que é comum de todos". Entrevista com João Gutemberg Sampaio, novo secretário executivo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Mai 2018

O bispo afro-americano Michael Curry animou o casamento do príncipe Henry (mais conhecido como Harry) e de Meghan Markle com uma homilia sobre o poder do amor que arrancou risos da assembleia na antiga capela britânica e elogios na internet.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 19-05-2018. A tradução é de André Langer.

Curry, o primeiro negro a liderar a Igreja Episcopal dos Estados Unidos, começou citando o herói dos direitos civis Martin Luther King e prosseguiu com referências espirituais, a poesia medieval e as experiências dos escravos no sul dos Estados Unidos.

“Imaginem governos que se orientam pelo amor: nunca mais criança alguma iria para a cama com fome”, disse ele, gesticulando com paixão. “O Dr. King tinha razão: devemos descobrir o amor, o poder redentor do amor. E quando fizermos isso faremos deste velho mundo um mundo novo”.

“Há poder no amor. Não o subestimem. Qualquer pessoa que se apaixonou sabe o que quero dizer”, disse no início de um discurso de 14 minutos que mexeu com a assembleia depois de uma longa sessão de música coral e cerimônia formal.

No final, referiu-se a Henry e Meghan como “meu irmão, minha irmã” e disse-lhes: “Deus te ama, Deus te abençoe” antes que começassem as notas de abertura do clássico do soul “Stand by me”.

Meghan sorriu durante a pregação enquanto Herry observava atentamente.

Karen Attiah, editora de opinião do jornal Washington Post, descreveu toda a cerimônia como “uma celebração aberta da cultura afro-americana”.

“Escrevi no outono (boreal) que não achava que Meghan Markle falasse abertamente da raça quando entrasse na família real. Talvez me prove que estou errada?”, tuitou Attiah.

Apenas consultando seu discurso, Curry dirigiu-se diretamente a uma assembleia que incluía a rainha Elizabeth e personalidades do entretenimento, como Oprah Winfrey, Elton John e David Beckham.

Just Married: Introducing The Duke and Duchess of Sussex #RoyalWedding

Uma publicação compartilhada por Kensington Palace (@kensingtonroyal) em

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Casamento real britânico. O bispo Curry cativa com sua homilia sobre o amor - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV