Água de reúso pode ser solução para crises hídricas provocadas pela falta de chuvas

Revista ihu on-line

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Ore Ywy – A necessidade de construir uma outra relação com a nossa terra

Edição: 527

Leia mais

Sistema público e universal de saúde – Aos 30 anos, o desafio de combater o desmonte do SUS

Edição: 526

Leia mais

Mais Lidos

  • "Pela Democracia, pelo Brasil". Manifesto contra candidatura de Jair Bolsonaro

    LER MAIS
  • Teólogos e pastores reagem a apoio evangélico a Bolsonaro

    LER MAIS
  • Apelo de Francisco: ''Que o Senhor nos ajude a reconhecer a tempo as sementes de ideologias totalitárias"

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Março 2018

O reuso da água é geralmente utilizado para fins industriais e em grande escala, mas você sabia que essa tecnologia também pode ser usada de forma potável? Pelo menos é o que afirmam especialistas ouvidos pela reportagem. Os custos para isso são competitivos, segundo eles, mas, para disseminar a prática é preciso ampliar a coleta e o tratamento de esgoto e também esclarecer a população sobre o processo.

A reportagem é de Nelson Lin*, publicada por Radioagência Nacional, 11-03-2018.

O empreendimento comercial Vera Cruz II, situado na zona sul da cidade de São Paulo, instalou, em 2014, o sistema de tratamento de esgoto e reuso de água que reutiliza a água de lavatórios e tanques para irrigação dos jardins, descarga de sanitários e no espelho de água. De acordo com o gerente do estabelecimento, Thiago Pereira, a instalação gerou uma economia de 300 metros cúbicos de água e de R$ 11 mil por mês.

Mas tal tipo de instalação somente é possível em empreendimentos de grande porte. E atenção! O reuso de água potável ainda não é para beber. O uso mais comum é colocar essa água nos mananciais e tratar junto, o chamado uso indireto.

Para o professor da USP especialista no assunto José Carlos Mierzwa, a instalação individual pode gerar riscos de saúde decorrentes da falta de tratamento adequado da água de reuso. Ele também pondera que a falta de regulamentação e de padrões mínimos de qualidade dessa água não permitem uma disseminação maior dessa prática.

E a água de reuso também poderia ser a solução para crises hídricas decorrentes da falta de chuvas. Mas, para isso, o gerente de Engenharia da Sabesp, Nelson de Campos Lima, esclarece que, primeiro, é preciso cuidar da coleta e do tratamento de esgoto, como já fazem alguns países.

Especialistas apontam ainda que o reuso para água potável seria uma solução mais barata do que a busca pela água em mananciais longe das regiões em que a população é abastecida. Mas, nesse caso, conforme explica José Carlos Mierzwa, cálculos de custo, coleta e tratamento de esgoto não entrariam.

Dados da Agência Nacional de Águas (ANA) apontam que, no estado de São Paulo, a coleta e o tratamento de esgoto atingem cerca de 64% da população.

E, de acordo com dados da Sabesp, na cidade de São Paulo, há coleta e tratamento de cerca de 75% do esgoto, e 0,5% do esgoto tratado é transformado em água de reuso para usos industrial e urbano.

*EBC em parceria com a Agência Nacional de Águas no 8º Forum Mundial das Águas.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Água de reúso pode ser solução para crises hídricas provocadas pela falta de chuvas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV