Observatórios: um olhar para as realidades e panoramas da política social

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • A “cristofobia” de Bolsonaro

    LER MAIS
  • “Maciel tinha uma capacidade incrível de manipular e enganar as pessoas”, revela ex-diretora vocacional dos Legionários de Cristo

    LER MAIS
  • A sabotagem social da prisão – Um olhar sobre o sistema carcerário

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Lucas Schardong e Marilene Maia | 28 Outubro 2017

Em tempos de crise em que se evidenciam a fragilização aos direitos e à democracia ainda inconclusa no Brasil, inúmeros são os desafios postos à sua afirmação. Entre as lutas dos processos de democratização do Estado e da Sociedade brasileira está a informação e a formação para o exercício da cidadania. 

Esta cidadania que se apresenta como um desafio histórico posto especialmente à população destituída de seus direitos civis, políticos, econômicos, sociais e ambientais. A classe trabalhadora e todas "minorias" são as mais afetadas por esta realidade de destituição dos direitos, que revela de forma evidente a crise da democracia.

Os observatórios foram criados em meio aos processos de democratização das diferentes esferas da sociedade e do Estado. Eles se constituíram como ferramentas para a socializar as informações, para potencializar a participação e a decisão da população nos diferentes territórios, temas, políticas.

Por exemplo, Observatório das Realidades e Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, que analisa, sistematiza e publiciza os dados e informações dos municípios do Vale do Sinos e da Região Metropolitana de Porto Alegre. Com estas informações o ObservaSinos trabalha para a qualificação dos processos de cidadania no campo regional das organizações, políticas e projetos sociais, destas áreas.  

Pensando numa forma de potencializar os trabalhos e as articulações dos Observatórios, a Rede de Observatórios, que conta com observatórios do estado e país, organizou o Seminário de Observatórios, que se encontra em sua sétima edição. O evento tem como objetivo reunir trabalhos e pesquisas de acadêmicos e especialistas nos temas pautados durante os Seminários. 

Neste ano de 2017 o tema norteador é “pesquisas, instituições e sociedade nas tramas de crise”, que dá sequência aos temas de atuação no campo social comprometidos com a organização e democratização das informações, assim como com a afirmação de políticas públicas no contexto da sociedade contemporânea. O evento também tem como objetivo propor o aprofundamento teórico-prático sobre o protagonismo dos Observatórios, como ferramentas de informação, formação e controle social.

Com os trabalhos apresentados e os seus temas debatidos durante o VII Seminário de Observatórios, será possível analisar as áreas em que os Observatórios são desafiados e também as possibilidades existentes para o enfrentamento das tramas das crises contemporâneas

O fortalecimento das Redes de Observatórios

A troca de informações e experiências é de extrema importância para que seja possível avaliar e conhecer as mais diversas realidades e problemas. Com essa ideia em mente, a partir do III Seminário Observatórios: “Metodologias e Impactos nas Políticas Públicas: Estado, Sociedade, Democracia e Transparência”, se constitui a “Rede de Observatórios”.

Composta por 16 observatórios e também por programas de pesquisa a Rede busca analisar de forma crítica e propositiva os métodos de busca e publicização da informação, bem como os diagnósticos podem colaborar na transformação das práticas e das políticas e outros fatores envolvidos no desenvolvimento de distintas realidades sociais.

O poder dos Observatórios está diretamente ligado ao exercício do controle social, ou seja, a participação do cidadão na gestão pública. Os Observatórios se tornam primordiais no processo de análise e fortalecimento da democracia.

VII Seminário de Observatórios

VII Seminário Observatórios: pesquisas, instituições e sociedade nas tramas de crise ocorrerá nos dias 30 e 31 de outubro de 2017. Além da apresentação de trabalhos, o evento conta com painéis de debate para discutir o tema vigente. As atividades ocorrerão na Unisinos Campus Porto Alegre. Clique aqui para obter mais informações.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Observatórios: um olhar para as realidades e panoramas da política social - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV