Novos desafios para o pensamento social da Igreja. Uma ética para a digitalização? Alternativas construtivas

Revista ihu on-line

Pra onde ir - A crise do Rio Grande do Sul vai além da questão econômica

Edição: 510

Leia mais

Henry David Thoreau - A desobediência civil como forma de vida

Edição: 509

Leia mais

Populismo segundo Ernesto Laclau. Chave para uma democracia radical e plural

Edição: 508

Leia mais

Mais Lidos

  • A histeria da nova extrema direita brasileira e os perigos à vista

    LER MAIS
  • Sobre o corporativismo clerical

    LER MAIS
  • Estamos já em plena ditadura civil?

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

19 Maio 2017

“Alternativas construtivas para o momento de turbulência global" é o tema da conferência internacional patrocinada pela Fundação Centesimus Annus Pro Pontifice, programada para 18 a 20 de maio, na Aula Nova do Sínodo, no Vaticano.

A informação é publicada por L'Osservatore Romano, 17/05/ 2017 . A tradução é de Luisa Rabolini.

O encontro, que conta com mais de trezentos participantes de 18 países, aborda principalmente os temas do emprego e da dignidade do indivíduo na era digital e visa incentivar a promoção da solidariedade e da virtude cívica. Enquanto o foco será centrado sobre a necessidade de intensificar a luta contra o tráfico de seres humanos e a criminalidade econômica, durante uma sessão especial serão explicadas as reformas implementadas no Vaticano em matéria de transparência financeira. Durante o encontro serão apresentadas as iniciativas postas em prática pela Santa Sé para proteger os cristãos e outras minorias religiosas nas diferentes partes do mundo.

Leia mais

Novos desafios para o pensamento social da Igreja. Uma ética para a digitalização? Artigo de Domingo Sugranyes Bicke

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Novos desafios para o pensamento social da Igreja. Uma ética para a digitalização? Alternativas construtivas