Apostando numa renovação emergente

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • “Os pecados da carne não são os mais graves. Os mais graves são aqueles que têm mais 'angelicalidade': a soberba, o ódio”. Entrevista do Papa Francisco

    LER MAIS
  • Digital, serial, algorítmica, a cultura do século XXI chegou

    LER MAIS
  • Ômicron, natureza e arrogância humana: uma guerra entre patógenos e humanos. Artigo de Alexandre A. Martins

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Janeiro 2017

“Muitos independentes olhamos a estrela de Fernando Haddad crescer e surgir como uma real alternativa para estancar a destruição criminosa dos entreguismos antinacionais e retomar assim os amplos horizontes de um país certamente dinâmico em suas bases sociais”, escreve Luiz Alberto Gómez de Souza, sociólogo e assessor independente na sociedade civil brasileira.

Eis o artigo.

Fernando Haddad é uma nova liderança emergente, num país de renovação rarefeita. Fez uma excelente administração e saiu engrandecido, passando o poder da maior cidade do país não como um derrotado, mas como um estadista de envergadura, sem pequenezes nem rancores. Transmitiu confiança, numa postura republicana, aberta, plural e democrata. Mostrou-se um político de alto voo. Ainda ouviremos falar dele nos pleitos dos próximos anos.

Seu partido saberá colocá-lo na linha de frente, com Jorge Viana, Tarso Genro, Olívio Dutra, Patrus Ananias, Paulo Teixeira, Gilberto Carvalho, Luiz Dulci, Paulo Vannuchi, e tantos outros, ao lado de Lula e Dilma? E poderá ser uma referência para outros partidos, movimentos e lideranças progressistas. Capaz de somar num amplo espectro na sociedade civil alternativa.

Tudo indica que terá um lugar garantido numa Frente Ampla, Democrática, Popular e Nacional. Quem sabe se não o teremos à frente de uma Nova Aliança, como liderança ética e legítima para pôr de escanteio setores golpistas que se esfarelam em sua mediocridade?

Muitos independentes olhamos a estrela de Fernando Haddad crescer e surgir como uma real alternativa para estancar a destruição criminosa dos entreguismos antinacionais e retomar assim os amplos horizontes de um país certamente dinâmico em suas bases sociais.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Apostando numa renovação emergente - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV