Mística, estranha e essencial. Secularização e emancipação

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O fenômeno dos padres fisiculturistas e estrelas das redes sociais

    LER MAIS
  • Francisco para os pais e mães de homossexuais: “A Igreja ama os vossos filhos do jeito que eles são, porque são filhos de Deus”

    LER MAIS
  • “O Papa me disse: Deus ama os filhos homossexuais como eles são”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


16 Dezembro 2013

“Nada é profano para quem sabe ver”

A mística é ao mesmo tempo estranha e essencial, afirmava Michel de Certeau. É este o tema de capa da última edição da revista IHU On-Line deste ano.

Por sua vez, T. Adorno, na esteira de Gershom Scholem dizia que a mística é uma secularização que representa um avanço emancipatório.

Por ser estranha e essencial e por sua dimensão emancipatória, a mística volta a ser destaque desta edição (1) que reúne professores e professoras, pesquisadores e pesquisadoras de diferentes áreas do conhecimento na presente edição.

Faustino Teixeira, teólogo, professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião, da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF, aborda a mística nos rastros cotidianos.

José Altran, professor e pesquisador, membro do Núcleo de Estudos em Mística e Santidade - Nemes, grupo de pesquisa vinculado à PUC-SP. sustenta que a mística, como experiência direta com a divindade, é um recurso para interpretar a realidade.

O filósofo Luiz Felipe Pondé destaca que o divino só pode ser conhecido a partir da consciência da condição ontológica do homem.

O italiano e um dos principais nomes da mística no mundo Marco Vannini diz que é por meio da experiência do espírito que alcançamos o conhecimento real da essência.

Eduardo Guerreiro Losso, professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ, argumenta que as mudanças às injustiças sociais passam primeiro pela conscientização individual e depois pela ação coletiva.

O membro da Academia Brasileira de Letras, Marco Lucchesi se debruça sobre a poética de Rûmi, considerado o maior dos poetas muçulmanos.

A mística como elemento fundante do pensamento ocidental é o tema da entrevista com o professor José Carlos Michelazzo, doutor em filosofia pela Unicamp.

Por sua vez, Pablo Beneito Arias, professor da área de estudos árabes da Faculdade de Filologia da Universidade de Sevilha, filólogo cuja formação é em árabe, traça o percurso do pensamento do pensador Sufi.

A psicóloga Maria Cristina Guarnieri, professora no Instituto Junguiano de Ensino e Pesquisa – IJEP e no curso de Psicologia e Religião na Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão da PUC-SP, argumenta que “igualar a religião a Deus é idolatria”. Ricardo Fenati debate o trânsito da mística no espaço do conhecimento.

Por sua vez, Bernard McGinn, autor dos sete volumes que compõem a obra History of Christian mysticism in the West, sob o título geral The Presence of God, relaciona a história da mística com o cristianismo.

Esta edição não seria possível sem a inestimável e prestimosa assessoria e estratégica parceria de Faustino Teixeira, professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião, da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF. A ele, reiteramos os nosos mais vivos agradecimentos.

Complementam esta edição as entrevistas com o jurista belga François Ost, Wiliam Stoeger, sobre o Bóson de Higgs e Sanele Sibanda, sobre a organização colonialista do poder judiciário na África do Sul.

A IHU On-Line estará disponível nesta página na segunda-feira, a partir das 17 horas, nas extensões html, pdf e em ‘versão para folhear’.

A versão impressa circula no campus da Unisinos na terça-feira, a partir das 8 horas.

A revista IHU On-Line voltará a circular no mês de março.

A todas e a todos desejamos uma ótima leitura e votos de um Feliz Natal e um Ano Novo de muita saúde e paz!

Nota:

1.- Eis as edições da revista IHU On-Line com o tema da mística:

- Delicadezas do Mistério. A mística hoje. IHU On-Line nº 133, de 21-03-2005, disponível em http://bit.ly/18LqcR9
- Teilhard de Chardin - Cientista e místico. IHU On-Line nº 140, de 09-05-2005, disponível em http://bit.ly/1cLXqnP
 - Rûmî. O poeta e místico da dança do Amor e da Unidade. IHU On-Line nº 222, de 04-06-2007, disponível em http://bit.ly/1fgBote
- Francisco. O santo. IHU On-Line nº 238, de 01-10-2007, disponível em http://bit.ly/1bKaM2X
- Jesus e o abraço universal. IHU On-Line nº 248, de 17-12-2007, disponível em http://bit.ly/1fgBvov
- Gerard Manley Hopkins: poeta e místico. Do cotidiano imediato ao plano cósmico. IHU On-Line nº 282, de 17-11-2008, disponível em http://bit.ly/1dhjdSq
- Sabedoria, mística e tradição: religiões chinesas, indianas e africanas. IHU On-Line nº 309, de 28-09-2009, disponível em http://bit.ly/1bJK2fD
- Filosofia, mística e espiritualidade. Simone Weil, cem anos. IHU On-Line nº 313, de 03-11-2009, disponível em http://bit.ly/19sE9Hq
- O feminino e o Mistério. A contribuição das mulheres para a Mística. IHU On-Line nº 385, de 19-12-2011, disponível em http://bit.ly/1k7GhZn
- Mística. Força motora para a gratuidade, compaixão, cortesia e hospitalidade. Cadernos IHU em Formação nº 31, disponível em http://bit.ly/1cLXOTl

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mística, estranha e essencial. Secularização e emancipação - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV