Comunicado do Patriarca Tawadros II depois dos ataques contra igrejas cristãs no Egito

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

19 Agosto 2013

Os coptas esperaram por muito tempo a reação da Igreja Ortodoxa Copta, representada pelo Patriarca Tawadros II durante toda a noite do dia 16 de agosto. Às 22h30min, o religioso publicou um comunicado de imprensa no seu site PopeTawadros.org.

A nota é do BlogCopte.fr, 17-08-2013. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O Patriarca Tawadros II reiterou o seu apoio ao Exército e a sua oposição formal ao terrorismo. Ele também expressou profundo pesar e tristeza pelos locais de culto que foram destruídos. Por fim, lamentou a visão midiática ocidental que, segundo ele, não relata os fatos de maneira objetiva.

A última sexta-feira foi o terceiro dia consecutivo de ataques contra igrejas e casas de coptas por parte dos islamitas. Os ataques contra as igrejas estão estimados em 23 apenas nessa sexta-feira e em mais de 80 desde a última quarta-feira.

Eis o texto.

Declaração da Igreja Ortodoxa Copta

A Igreja Ortodoxa Copta do Egito está acompanhando de perto os infelizes incidentes que ocorrem no nosso país e confirma o seu forte posicionamento junto à aplicação da lei egípcia, às Forças Armadas e a todas as instituições civis egípcias para enfrentar as organizações armadas violentas e as obscuras forças maliciosas, tanto internas quanto externas. Os ataques contra as nossas entidades governamentais e igrejas pacíficas estão aterrorizando os nossos cidadãos, tanto coptas quanto muçulmanos. Essas ações se posicionam contra todas as religiões, a moral e a humanidade.

Valorizamos a postura dos países amigos e leais que entendem a natureza desses eventos. Denunciamos veementemente as falácias veiculadas pelos meios de comunicação ocidentais e convidamo-los a rever os fatos objetivamente com relação a essas organizações radicais sangrentas e as suas afiliadas, em vez de legitimá-las com o apoio global e a proteção política, enquanto elas tentam espalhar a devastação e a destruição na nossa querida terra. Pedimos que as mídias internacionais e ocidentais se unam no fornecimento de um relato abrangente de todos os eventos com verdade, precisão e honestidade.

Nossas sinceras condolências se estendem a todas as vítimas e mártires do dever que entregaram as suas vidas, e rezamos pela recuperação de todos os feridos e aflitos. Perseveramos em nossa forte unidade nacional e repelimos quaisquer tentativas de polarizar a nossa grande nação em um conflito secular. Rejeitamos absolutamente a interferência estrangeira, mesmo que parcial, nos nossos assuntos internos.

Assim como a mão do mal se estende para queimar, matar e destruir, as Mãos de Deus estão mais perto para proteger, fortalecer e construir. Temos plena fé e confiança na intervenção divina que vai navegar o povo egípcio neste momento delicado da nossa história rumo a um futuro melhor e a um futuro mais brilhante, repleto de justiça, paz e democracia que o povo do Vale do Nilo tão justamente merece.

Longa vida ao Egito, Livre e Orgulhoso.

Igreja Ortodoxa Copta do Egito

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Comunicado do Patriarca Tawadros II depois dos ataques contra igrejas cristãs no Egito - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV