Papa aceita a renúncia do cardeal O’Brien, primaz da Escócia

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • 23 razões para participar da Greve Climática desta sexta-feira

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores

    LER MAIS
  • Cisma: uma noção que mudou ao longo dos séculos. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 26 Fevereiro 2013

Retira-se do conclave acusado de ter abusado de quatro sacerdotes. O primaz da Igreja católica britânica, o cardeal escocês Keith O’Brien, renunciou como arcebispo depois das acusações de “comportamento inapropriado” apresentadas contra ele por três sacerdotes e um ex-religioso. O’Brien não participará do Conclave.

A reportagem é de Giacomo Galeazzi e está publicada no sítio Vatican Insider, 25-02-2013. A tradução é do Cepat.

“O Papa está informado sobre o problema, a questão agora está em suas mãos”, declarou, no domingo, o porta-voz do Vaticano Federico Lombardi, referindo-se ao caso escabroso de Keith O’Brien, acusado de graves crimes durante os anos 1980.

Segundo a Rádio Vaticana, o Papa teria aceitado a renúncia do arcebispo de Edimburgo, com base no cânon 401 do Direito Canônico, isto é, por razões de idade. Como o purpurado completará 75 anos no dia 17 de março, Bento XVI teria usado esta circunstância para aceitar sua renúncia sem entrar em detalhes sobre as acusações contra o cardeal.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa aceita a renúncia do cardeal O’Brien, primaz da Escócia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV