Chile trocará 'ditadura' por 'regime' em livros escolares

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O cardeal filipino Luis Antonio Tagle, a reforma da Igreja e o próximo pontificado

    LER MAIS
  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • “30% dos eleitos para serem bispos rejeitam a nomeação”, revela cardeal Ouellet, prefeito da Congregação para os Bispos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

05 Janeiro 2012

O Conselho Nacional de Educação do Chile decidiu mudar a descrição do antigo governo militar do país de "ditadura" para "regime" nos livros escolares. O conselho aprovou a mudança em sessão especial em dezembro, mas a medida só se tornou de conhecimento público depois que o diário digital El Dinamo a divulgou ontem.

A informação é do jornal O Estado de S. Paulo, 05-01-2012.

O ministro de Educação do Chile, Harald Beyer, disse que o governo decidiu fazer a mudança nos livros do primeiro ao sexto anos básicos e usar um "termo mais geral" para definir o período da história chilena - de 1973 a 1990 - depois que educadores estudaram a questão. Ele assegurou que a alteração não tem fundo político.

"Isso não tem a ver com simpatizantes ou opositores, mas com expressões que se usam habitualmente nos currículos em distintas partes do mundo", afirmou o ministro, acrescentando que, pessoalmente, não tem nenhum problema em reconhecer que aquele foi um "regime ditatorial".

A direita chilena, que voltou ao poder depois de 20 anos com a eleição do presidente Sebastián Piñera, foi a base ideológica da ditadura de Augusto Pinochet, que começou após o golpe contra o governo socialista de Salvador Allende e deixou mais de 3 mil opositores do regime mortos.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile trocará 'ditadura' por 'regime' em livros escolares - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV