Bob Dylan na oração inter-religiosa desta semana

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Francisco para os pais e mães de homossexuais: “A Igreja ama os vossos filhos do jeito que eles são, porque são filhos de Deus”

    LER MAIS
  • O fenômeno dos padres fisiculturistas e estrelas das redes sociais

    LER MAIS
  • “O Papa me disse: Deus ama os filhos homossexuais como eles são”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


17 Abril 2017

Neste espaço se entrelaçam poesia e mística. Por meio de orações de mestres espirituais de diferentes religiões, mergulhamos no Mistério que é a absoluta transcendência e a absoluta proximidade. Este serviço é uma iniciativa feita em parceria com o Prof. Dr. Faustino Teixeira, teólogo, professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora - MG.

Sopra no vento

Quantos caminhos há de um homem percorrer
Antes de se dizer que ele é um homem?
Sim, e quantos mares há de uma pomba branca navegar
Antes de adormecer nas areias?
Sim, e quantas vezes voarão as bolas de canhão
Antes de serem proibidas para sempre?
A resposta, meu amigo, sopra no vento
A resposta sopra no vento.

Fonte: Bob Dylan. Letras (1961-1974). São Paulo: Companhia das Letras, 2017, p. 111.


Dylan durante show em Londres
Foto: Francisco Antunes | Wikimedia Commons

Bob Dylan [Robert Allen Zimmerman] (1941): Compositor, cantor, pintor, ator e escritor norte-americano. Aos 10 anos Dylan escreveu seus primeiros versos, aprendeu "de ouvido" a tocar piano e guitarra. Foi considerado pela Revista Rolling Stone o sétimo melhor cantor da história, e sua canção, Like a Rolling Stone, foi considerada a melhor de todos os tempos. Em 2016 foi agraciado com o Prêmio Nobel de Literatura pela criação de novas expressões poéticas na literatura estadunidense. Com isso tornou-se o primeiro cantor a receber o Oscar, 12 Grammys, o Globo de Ouro, além do Nobel.

Com um extensa discografia, Dylan lançou mais de 40 álbuns a partir de 1962. Entre suas músicas, Blowin’ In The Wind tornou-se um hino do movimento dos direitos civis, além de A hards-rain a gonna-fallMasters Of War. Nos anos seguintes, o cantor abandonou as canções de protesto e passou a criar composições ligadas a sua visão particular de mundo. Com isso, as questões sociais - racismo, Guerra Fria, Guerra do Vietnã, injustiça social - cederam espaço às desilusões amorosas, aos vagabundos errantes, à liberdade pessoal e às viagens oníricas e surrealistas, tudo influenciado pela poesia beat. Além das músicas e pinturas, Bob Dylan publicou 38 livros, entre eles, Tarântula (1971) e Crônicas - Volume Um (2005), traduzidos para o português. 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bob Dylan na oração inter-religiosa desta semana - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV