Para que não fugissem, macacos eram afogados no Zoológico de Sorocaba

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS
  • Comunidades Eclesiais de Base, sim. Artigo de Pedro Ribeiro de Oliveira

    LER MAIS
  • A implementação do Concílio no governo do Papa Bergoglio. Artigo de Daniele Menozzi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


24 Mai 2018

No Zoo Quinzinho de Barros, em Sorocaba (SP), alguns macacos ficam em uma ilha ao redor de um lago. Sem grades, um biólogo encontrou um método para que os animais não escapassem: afogá-los na água em gaiolas, provocando aversão à água. 

A reportagem é publicada por Holocausto Animal, 22-05-2018.

 (Foto: Divulgação/ Anda)

A Corregedoria Geral do Município, segundo informações do “Jornal Ipanema“, confirmou que a prática foi feita, pelo menos, até 2015. Nos anos seguintes, não há informações da crueldade, pois este foi o último ano que o zoo recebeu animais da espécie.

Um biólogo e um veterinário são apontados como responsáveis por maus-tratos aos animais. O biólogo comandava a operação de afogamento, já o veterinário coordenou o uso de medicamentos vencidos para os animais.

O documento da prefeitura, entregue nesta segunda-feira à comissão de defesa animal da Câmara de Vereadores, presidida por João Donizeti (PSDB), também revela indícios de alimentação imprópria, falta de cuidados veterinários e dimensões de recinto inadequadas.

A assessoria do João Donizeti informou que o Ministério Público e os conselhos profissionais de veterinária e biologia serão acionados.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Para que não fugissem, macacos eram afogados no Zoológico de Sorocaba - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV