Papa deve celebrar a missa de Quinta-feira Santa em prisão de Roma

Revista ihu on-line

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Mais Lidos

  • Vandana Shiva: “Temos de destruir o mito de que a tecnologia é uma religião que não pode ser questionada”

    LER MAIS
  • III Jornada Mundial dos Pobres: o papa almoçará com 1500 convidados

    LER MAIS
  • “Em um Brasil deserto de lideranças, Lula vai fazer a festa”, afirma o cientista político Jairo Nicolau

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

22 Março 2018

O Papa Francisco mais uma vez irá celebrar a missa de Quinta-feira Santa numa prisão e lavará os pés de 12 detentos.

O papa celebrará a missa noturna em 29 de março na prisão Regina Coeli, de Roma, anunciou o Vaticano no começo esta semana.

A reportagem é de Cindy Wooden, publicada por Catholic News Service, 20-03-2018. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

Antes da missa, ele irá visitar detentos doentes na enfermaria prisional, também informou o Vaticano. O pontífice vai celebrar a missa e lavar os pés de 12 detentos no aposento circular central da prisão e, depois, irá se encontrar com alguns presos da Seção VIII da penitenciária, local protegido da prisão para detentos condenados por crimes sexuais e outros que poderiam estar a perigo junto da população em geral.

Antigo convento construído durante os anos de 1600, o Regina Coeli tem funcionado como uma prisão desde 1890. Embora o governo diga que a capacidade é de pouco mais de 600 detentos, o censo mensal desde março de 2017 tem ficado acima dos 900 internos. Mais da metade dos detentos são estrangeiros.

A prisão fica pouco mais de 1.500 metros da Praça de São Pedro.

Desde o começo de seu pontificado, o Papa Francisco vem celebrando a liturgia noturna da Quinta-feira Santa num lugar de sofrimento. Os seus predecessores imediatos celebravam a missa ou na Basílica de São Pedro ou na Basílica de São João de Latrão.

Em 2013, para a sua primeira celebração papal de Quinta-feira Santa, Francisco foi para o centro de detenção juvenil Casal del Marmo, em Roma, onde lavou os pés de jovens delinquentes. No ano seguinte, presidiu a missa e o ritual de lava-pés num centro de reabilitação para idosos e pessoas com deficiências nas proximidades de Roma. Em 2015 foi para a principal prisão da cidade, Rebibbia, onde celebrou a missa com detentos locais e com detentas de um centro prisional da região. Em 2016, celebrou com os refugiados num centro ao norte de Roma. E, em 2017, foi a uma prisão em Paliano, a cerca de 70 quilômetros de Roma.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa deve celebrar a missa de Quinta-feira Santa em prisão de Roma - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV