VW vai demitir 30 mil ao redor do mundo

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Manifesto do Laicato em apoio aos bispos que subscreveram a “Carta ao Povo de Deus” com 1440 assinaturas no primeiro dia

    LER MAIS
  • Com mais de 1.500 assinaturas, Padres da Caminhada relançam mensagem de apoio à Carta ao Povo de Deus dos bispos

    LER MAIS
  • “A pandemia viral é o resultado da pandemia psicológica e espiritual”, afirma Gastón Soublette

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Novembro 2016

Plano de recuperação prevê novo foco em modelos elétricos e grande corte de pessoal para renovação

A Volkswagen vai cortar nada menos que 30 mil vagas de trabalho ao redor do mundo. A medida tem como objetivo economizar cerca de 3,7 bilhões de euros anuais até 2020, que serão usados no desenvolvimento de carros elétricos e autônomos, algo que a marca espera que mude sua imagem após o escândalo das emissões de poluentes.

A informação é publicada por Estado de S. Paulo, 19-11-2016.

A maior parte, 23 mil trabalhadores, estão baseados na própria Alemanha. O restante está espalhado ao redor do mundo. As demissões serão feitas por meio de um programa voluntário, chamado "Pacto para o futuro". A Volkswagen garante que não irá demitir ninguém de forma compulsória.

O plano também inclui a contratação posterior de outros nove mil profissionais, que vão trabalhar nos novos projetos da marca. A partir de agora, a Volkswagen irá focar em carros com zero emissões de poluentes, baseados na nova plataforma MEB.

A base especial para elétrico terá como seu primeiro fruto a versão final do conceito I.D., mostrado no Salão de Paris e que deve chegar às ruas em 2020, justamente quando o plano de recuperação da marca deve se concluir.

Em nota, a Volkswagen do Brasil informou que estão previstos 5 mil desligamentos nas quatro fábricas locais e 2 mil na filial argentina em período de cinco anos a partir de 2016.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

VW vai demitir 30 mil ao redor do mundo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV