Diálogo inter-religioso: Prêmios Nobel e refugiados com o Papa em Assis

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

16 Setembro 2016

Papa Francisco vai encontrar-se em Assis, na terça-feira, com seis vencedores do Prêmio Nobel da Paz e um grupo de 25 refugiados, para além de vários líderes religiosos mundiais.

A informação foi publicada por Agência Ecclesia, 15-09-2016.


A presença do pontífice argentino culmina a iniciativa ‘Sede de paz - Religiões e culturas em diálogo’, que evoca o 30.º aniversário do primeiro encontro inter-religioso na cidade italiana, terra natal de São Francisco de Assis, por iniciativa de João Paulo II.

O Vaticano adianta que são esperados mais de 450 representantes de Igrejas e confissões religiosas, bem como do mundo da cultura, provenientes de diversos países.
Seis personalidades distinguidas com o premio Nobel da Paz vão assumir a função de relatores em mesas-redondas previstas para os dias 19 e 20, antes da cerimonia plenária na qual participa o Papa.

Com Francisco vão estar a norte-irlandesa Mairead Maguire (Nobel da Paz em 1976); o presidente emérito da Polonia e líder do sindicato Solidariedade, Lech Walesa (1983); a ativista norte-americana para os Direitos Humanos e diretora da campanha sobre as minas anti-pessoal Jody Williams (1997); a líder da Primavera Árabe no Iémen, Tawakkul Karman (2011); Hassine Abassi e Amer Meherzi, integrados no quarteto tunisino distinguido em 2015.

A Rádio Vaticano informou que 25 refugiados foram convidados para participar no Encontro Internacional pela Paz em Assis: 10 hóspedes da Comunidade de Santo Egídio em Roma; 10 do Centro de Acolhimento de Requerentes de Asilo (Cara) de Castelnuovo di Porto; e cinco da Cáritas de Assis.

Os refugiados vão almoçar com o Papa, no refeitório do Sacro Convento dos Franciscanos; em seguida, uma refugiada oriunda de Alepo, na Síria, e refugiada na região da Toscana, subirá ao palco para tomar a palavra.

A lista de participantes no programa divulgado pela Comunidade de Santo Egídio inclui o padre e poeta português José Tolentino Mendonça, vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa, no painel ‘Religião e pobres’, esta segunda-feira.

O evento é promovido pela Comunidade de Santo Egídio, em colaboração com as Famílias Franciscanas e a Diocese de Assis.

O encontro conta, entre outros, com a participação do patriarca de Constantinopla (Igreja Ortodoxa), Bartolomeu I, do primaz anglicano, Justin Welby, e do filósofo Zygmunt Bauman.

Francisco vai encontrar-se também com o patriarca siro-ortodoxo de Antioquia, Efrém II, um representante do Judaísmo, um do Islão e o chefe supremo do Budismo Tendai (Japão).

Leia mais...

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Diálogo inter-religioso: Prêmios Nobel e refugiados com o Papa em Assis - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV