Colômbia. A primeira pesquisa sobre o referendo indica vitória do “Sim”

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • ‘Cultura do descarte e do ódio’ de governantes atuais lembra Hitler, confessa papa Francisco

    LER MAIS
  • O que suponho que Lula deveria dizer. Artigo de Tarso Genro

    LER MAIS
  • Bolívia. Breve reflexão a partir do golpe de Estado de 10 de novembro de 2019

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

16 Setembro 2016

Faltam pouco menos de três semanas para o plebiscito que deverá decidir se os acordos de paz alcançados entre o governo colombiano e as FARC serão operacionais e se traduzirão em leis do Estado para levá-los à prática. Neste momento, os partidários da consulta superam amplamente aqueles que são contrários. Se o referendo fosse hoje, o “Sim” teria 72%, ao passo que o “Não” alcançaria apenas 28%.

A reportagem é de Alver Metalli e publicada por Vatican Insider, 15-09-2016. A tradução é de André Langer.

Este é o resultado da primeira sondagem sobre a intenção de voto dos colombianos realizada pelo Instituto Ipsos-Napoleón Franco, encomendada por um forte pool de meios de comunicação colombianos, entre eles as cadeias de rádio da RCN Televión, RCN Radio, a FM e o principal semanário nacional Semana. O estudo ouviu 1.500 pessoas às quais simplesmente se perguntou que dissessem como votariam no referendo, no dia 02 de outubro.

O resultado amplamente favorável, sem dúvida contribuiu para o anúncio conjunto do cessar-fogo definitivo poucos dias antes da pesquisa, feito pelo presidente Manuel Santos e pelo chefe das FARC, Timochenko.

Tratando-se de uma primeira pesquisa em nível nacional, o estudo permite conhecer o comportamento dos eleitores tanto nos centros urbanos como nas zonas rurais. Nestas últimas, a porcentagem de eleitores favoráveis subiu para 78%, contra 22% contrários, ao passo que nas áreas urbanas situa-se em 69% contra 31%, respectivamente, sinal de que o final do conflito tem repercussões que afetam, sobretudo, as pessoas mais humildes e sua vida cotidiana.

Da sondagem emerge também que o “Sim” atinge porcentagens mais elevadas entre os homens (73-27) do que entre as mulheres (70-30). Segundo o nível social, nota-se uma diminuição da vantagem do “Sim” sobre o “Não” na faixa de renda média (56% contra 3%), ao passo que aumenta nas faixas inferior e superior, situando-se em ambos os casos na média nacional de 72% contra 28%.

O “Sim” impõe-se em todas as faixas de idade dos colombianos, embora se note um ceticismo maior no estrato entre os 18 e 45 anos.

Se a porcentagem dos eleitores é amplamente favorável ao “Sim” aos acordos alcançados pelas prolongadas negociações de Havana, segue sendo uma incógnita a participação no referendo. Para que o plebiscito seja válido, a participação deve chegar a 13% do total dos eleitores em condições de votar. Considerando as respostas obtidas pelas pesquisas, mais da metade dos interpelados (53%) declarou que queria votar, contra 47% que ainda estavam indecisos. Por isso, a Igreja colombiana, apesar de não ter se pronunciado formalmente pelo “Sim”, está fazendo uma intensa campanha para que os cidadãos colombianos acorram às urnas no maior número possível.

Leia mais...

Acabou a guerra, mas os colombianos estão divididos sobre o que se segue

Cessar-fogo entra em vigor; Colômbia terá que 'engolir sapos' para ter paz, diz Ingrid Betancourt

Colombia avanza hacia la paz tras el fin de las negociaciones (IHU/Adital)

El ABC del acuerdo en Colombia

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Colômbia. A primeira pesquisa sobre o referendo indica vitória do “Sim” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV