Perspectivas de canonização de D. Oscar Romero em 2016

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • A “cristofobia” de Bolsonaro

    LER MAIS
  • “Maciel tinha uma capacidade incrível de manipular e enganar as pessoas”, revela ex-diretora vocacional dos Legionários de Cristo

    LER MAIS
  • A sabotagem social da prisão – Um olhar sobre o sistema carcerário

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


08 Janeiro 2016

A perspectivas de que o Beato Romero se converta em São Romero, ainda neste anos, parecem fracas. Mas a possibilidade de que D. Oscar Romero seja canonizado em 2017 são bastante altas.

A constatação é do blog Super Martyrio, 07-01-2015.

A razão principal para tal perspectiva é que a Igreja Salvadorenha quer canonizar a Romero. Querem ter a cerimônia de canonização em El Salvador, para que muitos salvadorenhos possam assistir. El Salvador é um país pobre, e se a cerimônia de canonização for no Vaticano, é pouco provável que muitos salvadorenhos sejam capazes de assistir, e certamente não os mais pobres a quem Romero defendeu.

Além disso, a Igreja Salvadorenha quer que Francisco presida a cerimônia, da mesma maneira como o faria se fosse em Roma. Sendo assim, o tempo tem que ser favorável para que o papa faça a viagem a El Salvador.

Finalmente, a Igreja Salvadorenha quer a canonização de Romero na mesma cerimônia da beatificação do Pe. Rutilio Grande. Em consequência, a Igreja teria que coordenar para satisfazer a todos os requisitos de ambas as causas simultaneamente e cruzar a meta ao mesmo tempo nas duas, e isto pode ser complicado. Aqui reside a maior parte da explicação de por que é provável que não vá passar deste ano: é necessário que haja coordenação e deixar espaço nos processos, para evitar que uma causa se dispare em relação à outra.

A segunda razão pela qual a beatificação de Grande e a canonização de Romero provavelmente não sucedam em 2016, é que há um sentimento, aparentemente compartilhado por Francisco, de que o tempo pode ser não oportuno para a graça de tal evento, devido à violência deplorável das quadrilhas que afronta a sociedade salvadorenha e, talvez também, devido às denúncias de abuso sexual de padres e bispos salvadorenhos.

Em um discurso aos bispos salvadorenhos e leigos no outono passado, Francisco declarou que gostaria de ver a Igreja tomar o dom que recebeu através da beatificação de Romero, utilizá-lo para gerar boa vontade e levar a cabo a transformação de El Salvador. Talvez tenha sentido deixar passar um tempo para que isso suceda.

Por último, uma terceira razão pela qual a canonização e beatificação provavelmente não sucedam neste ano, é o caráter recente da beatificação de Romero. Foi um grande evento latino-americano em San Salvador, que custou muito dinheiro e exigiu muito trabalho e esforços para organizar. Pode ser simplesmente demasiado cedo para voltar a fazer tudo de novo, simplesmente desde uma perspectiva organizacional.

Tudo isto não quer dizer que não possamos ter um progresso significativo este ano. Neste sentido, não surpreenderia ver que o martírio do Pe. Grande receba a aprovação do Vaticano em algum momento deste ano.

Três milagres atribuídos a Romero já foram remetidos ao Vaticano, um deles poderia ser aprovado este ano. Mas creio que qualquer cerimônia será provavelmente no próximo ano, no 100 ° aniversário do nascimento de Romero.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Perspectivas de canonização de D. Oscar Romero em 2016 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV