"A atual situação está massacrando os povos indígenas", diz D. Roque Paloschi.

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Sigilo em torno do Sínodo da Amazônia mostra tensão entre transparência e discernimento

    LER MAIS
  • Está chegando o cato-fascismo

    LER MAIS
  • “Facebook ameaça a democracia”, adverte Chris Hughes, cofundador da rede social

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

16 Maio 2008

Gaúcho de Lajeado, Roque Paloschi, há três anos bispo de Roraima, está no centro de um conflito entre índios e agricultores sulistas que disputam a posse da Terra Indígena Raposa Serra do Sol. Ele é apontado por arrozeiros como incentivador da disputa. a atual situação está massacrando os povos indígenas.

Dom Roque, 51 anos, negou estar apostando no confronto, mas afirmou que a atual situação está massacrando os povos indígenas. Não é um conflito. É um massacre. Há três décadas os indígenas vêm sendo exterminados em seu território. Até agora, 30 deles foram assassinados. Missionários têm sido ameaçados, inclusive há um marcado para morrer”.

O senhor acha possível os brancos e os índios viverem em paz na Raposa Serra do Sol?
Eis a sua resposta “Como hoje, não! Os índios não podem mais continuar sendo massacrados”.

Cfr. notícia 16-05-08 desta página 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"A atual situação está massacrando os povos indígenas", diz D. Roque Paloschi. - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV