Stephen Hawking e o Cern obtêm o Prêmio de Física Fundamental

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Francisco desafia Trump com primeiro cardeal afro-americano

    LER MAIS
  • Sem reformas, não somos mais Igreja. Entrevista com Martin Werlen

    LER MAIS
  • Surgem provas de que o Vaticano censurou o Papa Francisco em 2019

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 13 Dezembro 2012

O recém-criado Prêmio Especial de Física Fundamental, maior prêmio científico do mundo em termos financeiros, foi dado ao britânico Stephen Hawking e a uma equipe de pesquisadores do grande acelerador de partículas do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern).

A informação é publicada pelo jornal espanhol La Vanguardia, 11-12-2012. A tradução é do Cepat.

A primeira edição do Prêmio de Física Fundamental, financiado pelo milionário russo Yuri Milner, outorgará três milhões de dólares, mais do dobro que os Nobel, tanto a Hawking como à equipe de oito cientistas do Cern, de acordo com um comunicado da Fundação de Milner divulgado na terça-feira.

Hawking, catedrático da Universidade de Cambridge (sul da Inglaterra), 70 anos, que desde os 21 anos sofre de uma doença neurodegenerativa (esclerose lateral amiotrófica), foi premiado pelo conjunto das descobertas de sua carreira, incluindo a sua descoberta dos buracos negros.

Em um correio eletrônico enviado ao jornal britânico The Guardian, o físico britânico, autor de Uma breve história do tempo, anunciou que destinará o prêmio ao seu neto autista e para a compra de uma casa de férias.

“No campo da física, ninguém investiga com a intenção de ganhar um prêmio, mas pela alegria de descobrir algo que ninguém sabia até o momento. Mesmo assim, prêmios como este desempenham um papel importante na hora de obter o reconhecimento do público. Aumentam o prestígio da física e o interesse por ela”, afirmou o cientista.

Hawking “é um verdadeiro gigante da física moderna”, disse o físico norte-americano Nima Arkani-Hamed, membro do jurado. Além disso, a Fundação do Prêmio de Física Fundamental reconheceu o trabalho de oito cientistas do Cern por sua contribuição para a descoberta do Bóson de Higgs – –, em julho deste ano.

Este grupo é encabeçado por Lyn Evans, atual diretor do acelerador de partículas, e pelos diretores – atuais e passados – dos experimentos Atlas e CMS, entre os quais figuram Peter Jenni, Fabiola Gianotti, Michel Della Negra, Tejinder Singh Virdee, Guido Tonelli e Joe Incandela.

“Recebi um telefonema anunciando que havia ganhado um prêmio milionário. Fiquei assombrado. A primeira coisa que fiz foi me sentar. Isto é genial para nós, já que supre algumas deficiências do Prêmio Nobel, que não pode ser dado a mais de três pessoas”, disse Evans ao The Guardian.

Yuri Milner, doutor em Física Teórica e promotor deste prêmio, espera atrair a atenção do grande público para o trabalho dos físicos. “Espero que estes prêmios tragam mais reconhecimento a algumas das mentes mais brilhantes do mundo e às grandes conquistas que obtiveram”, afirmou Milner, que construiu uma fortuna avaliada em um bilhão de dólares investindo em companhias de internet como o Twitter, o Facebook e o Groupon.

O jurado estava composto por físicos internacionais entre os quais se encontravam os norte-americanos Ed Witten, especialista na teoria das cordas, e Alan Guth, autor da primeira teoria sobre a expansão do universo.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Stephen Hawking e o Cern obtêm o Prêmio de Física Fundamental - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV