Chuvas têm ligação direta com plantas na Amazônia, aponta estudo

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Pacto das Catacumbas pela Casa Comum. Por uma Igreja com rosto amazônico, pobre e servidora, profética e samaritana

    LER MAIS
  • Vozes que desafiam. Dorothy Stang, profetiza e mártir da Amazônia

    LER MAIS
  • A ideologização da Sociologia (além de uma simples distração). Artigo de Carlos A. Gadea

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

06 Setembro 2012

Na região da Amazônia, as plantas emitem sais de potássio que formam as nuvens, as quais abrigam as partículas aerossóis responsáveis por causar chuva. Esse é o resultado de um estudo realizado entre cientistas da USP e das universidades de Berkeley e Harvard (nos Estados Unidos), além do Instituto Max Planck, na Alemanha.

A reportagem é publicada por Amazonia.org.br, 05-09-2012.

Segundo o professor de física da USP Paulo Artaxo, coordenador brasileiro do estudo, as chuvas na região Amazônica estão mais ligadas à floresta do que se imaginava. “Uma quantidade significativa das gotículas [de chuva] contém potássio, elemento de emissão direta das plantas, que não é formado na atmosfera”, explicou ao portal G1.

A pesquisa, que foi publicada na revista Science, desmentiu o conceito anterior, de que os aerossóis responsáveis pelas chuvas eram gerados por reações químicas no ar.

Segundo Artaxo, a descoberta adiciona um elemento à forma como a vida controla a formação da atmosfera e do clima no planeta. “Não é só através da fotossíntese e da respiração, não é só pela emissão dos gases de efeito estufa, mas também as partículas aerossóis são controladas por processos biológicos”, frisou.

O professor ainda salientou que o clima do planeta não é influenciado, apenas, através da fotossíntese, da respiração e pelas emissões dos gases de efeito estufa, “mas também as partículas aerossóis são controladas por processos biológicos”, frisou.

Essa ligação entre as chuvas e as plantas não acontece em áreas de vegetação rasteira, a exemplo do Cerrado e da Caatinga, pois os sais de potássio são emitidos pelas filhas das árvores. “A floresta tem um índice de área folhada muito maior do que as gramíneas”, analisou Artaxo. Portanto, a ação acontece em qualquer vegetação arbórea, mas não gramínea, aponta o estudo.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chuvas têm ligação direta com plantas na Amazônia, aponta estudo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV