Sob o lema “um Estado a serviço da nação”, Grito dos Excluídos chega à sua 18ª edição

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Se vocês se sentirem como eminências, estarão fora do caminho”. As palavras do Papa Francisco aos novos cardeais quando também condenou a corrupção na Igreja

    LER MAIS
  • Como viver o Advento em tempos de quarentena

    LER MAIS
  • A vacina vai nos ajudar, mas não vai nos livrar das pandemias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Cesar Sanson | 06 Setembro 2012

Na próxima sexta-feira (7), acontece a 18ª edição do Grito dos Excluídos, sob o lema “Queremos um Estado a serviço da nação, que garanta direitos a toda população”.

Organizações e movimentos sociais realizarão uma série de atividades em todo o país. “O Estado tem o dever de dar à população brasileira o acesso ao sistema de saúde, à educação, terra, trabalho, transporte, moradia e lazer. No entanto, isso acontece de forma precária e, em alguns casos, não ocorre”, denunciam o movimentos sociais.

De acordo com informações da rede Jubileu Sul, no ano passado, o governo destinou 45,05% (R$708 bilhões) de seu orçamento para o pagamento da dívida pública, enquanto apenas 4,07% (R$63,93 bilhões) foram gastos com saúde, e 0,02% (R$314,2 milhões) com saneamento.

O Grito dos Excluídos é uma manifestação popular dos trabalhadores do campo e da cidade que acontece tradicionalmente na semana da Pátria. A concentração principal ocorrerá em Aparecida, interior de São Paulo, às 9h20, em frente à Basílica. No entanto, em todo o país devem ser realizadas mobilizações.

Confira abaixo a programação das atividades confirmadas até esta quarta-feira (5):

Aparecida (SP)

Concentração no Porto Itaguaçu – Acolhida, animação e mística, às 6h
Saída da Caminhada do Porto até a Basílica, às 7h30
18º Grito dos Excluídos em frente à Basílica - Pátio João Paulo II, às 9h20
Entrada para o Santuário, às 10h
Celebração da 25ª Romaria, na Basílica, às 10h30

Campinas (SP)

Concentração no Largo do Pará, no centro
Às 9h30

Goiânia (GO)

Concentração em frente à Assembleia Legislativa de Goiás, na  Alameda dos Buritis, 231
Às 8h

Manaus (AM)

Concentração na avenida Constantino Neri, em frente ao Parque dos Bilhares
Às 16h

Rio de Janeiro (RJ)

Concentração na esquina das avenidas Presidente Vargas e Uruguaiana, no centro da capital carioca
Às 9h

São Paulo (SP)

Missa às 8h na Catedral da Sé
Concentração às 9h30 na Praça da Sé
Caminhada até o Parque da Independência, às 10h
Ato do Grito dos Excluídos, às 12h
Teatro do Grito: Um de nós sobreviverá, às 13h

Concentração na Praça Osvaldo Cruz, às 9h
Será realizada uma caminhada da avenida Brigadeiro Luiz Antonio até o Monumento das Bandeiras, no Parque do Ibirapuera
Realização: Central de Movimentos Populares (CMP)

Vitória (ES)

Concentração no bairro Jesus de Nazaré, às 8h
Depois uma passeata deve seguir até a Assembleia Legislativa, no centro da capital capixaba

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sob o lema “um Estado a serviço da nação”, Grito dos Excluídos chega à sua 18ª edição - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV