“Por um fim à escravidão moderna”. Campanha pelos direitos e proteção social para trabalhadoras domésticas

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Estudantes, trabalhadores e sonhadores. Quem eram os jovens que morreram após ação da PM em baile funk

    LER MAIS
  • Não posso me calar

    LER MAIS
  • O fim do indivíduo. Viagem de um filósofo à terra da inteligência artificial

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Cesar Sanson | 20 Março 2012

A Central Única dos Trabalhadores - CUT em parceria com a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (Contracs) e com a Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad) participa da campanha “12 para 12” para ratificar a Convenção 189 da OIT. A norma confere às trabalhadoras domésticas os mesmo direitos dos demais trabalhadores.

O objetivo é fazer com que a medida seja implementada em 12 países até o final deste ano, a começar pelo Brasil. Para isso é preciso arrecadar 1 milhão e 200 mil assinaturas. Você pode colaborar imprimindo e divulgando o abaixo-assinado (Clique aqui).

De acordo com levantamento da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) da Presidência da República, a atividade doméstica é a ocupação que mais emprega trabalhadoras, com 15,8% do total da mão-de-obra feminina. Deste total, 73,8%  não possuem carteira assinada.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Por um fim à escravidão moderna”. Campanha pelos direitos e proteção social para trabalhadoras domésticas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV