Holanda investigará abusos da Igreja Católica contra mulheres e meninas

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Os Padres da Caminhada se solidarizam com o padre Riva, vítima de racismo em Alfenas – MG

    LER MAIS
  • Acabemos com o sistema clerical

    LER MAIS
  • O que a dor nos ensina. Artigo de Corrado Augias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


17 Fevereiro 2012

Entre 10 mil e 20 mil menores foram vítimas de religiosos.

A reportagem é da agência Efe, 15-02-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

A Holanda abrirá uma nova investigação sobre os abusos na Igreja Católica centralizada em meninas e mulheres que supostamente foram vítimas desse tipo de crimes, segundo publicado nesta quarta-feira, 15 de fevereiro, pela imprensa holandesa. A investigação, cuja data de início ainda não foi fixada, será realizada pela mesma comissão que estudou o abuso de menores homens desde 1945 e que concluiu que mais de 20 mil crianças foram vítimas desses crimes na Holanda por parte de eclesiásticos.

A nova investigação foi encomendada pelo governo depois que o Parlamento analisou as conclusões apresentadas em dezembro de 2011 pela chamada "Comissão Deetman", assim chamada porque foi dirigida pelo ex-ministro Wim Deetman.

O parlamento holandês debaterá novamente nesta quinta-feira sobre essa questão.

A Comissão Deetman constatou em seu relatório que "entre 10 mil e 20 mil" menores foram vítimas a partir de 1945 de abusos sexuais por parte de religiosos na Holanda, uma prática que era conhecida pela hierarquia eclesiástica, cuja maior preocupação era evitar o escândalo.

Também identificou 800 supostos autores – 105 dos quais continuam vivos – e concluiu que os abusos, que ocorreram em instituições como orfanatos, seminários e internatos, iam desde o puro contato físico até penetrações, das quais se estima que ocorreram "cerca de mil".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Holanda investigará abusos da Igreja Católica contra mulheres e meninas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV