“Críticas de Marina Silva a ruralista não se estendem ao agronegócio”, diz Rede

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Instrumentum Laboris do Sínodo para a Amazônia, um novo passo de “um 'kairós' para a Igreja e o mundo”

    LER MAIS
  • “Minha filha trans e católica é uma prova viva de como o Vaticano está errado em relação ao gênero”

    LER MAIS
  • Anule-se tudo que aconteceu a partir da criação da Lava Jato

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Cesar Sanson | 14 Outubro 2013

A Rede divulgou nota neste sábado (12) para tentar desfazer o mal-estar criado com ruralistas após críticas de Marina Silva ao deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO).

A informação é publicada por Combate Racismo Ambiental, 13-10-2013.

O texto diz que essas opiniões “não se estendem ao agronegócio“. A legenda “reafirma seu compromisso com esse setor essencial da economia“.

Recém-filiada ao PSB, após a Justiça Eleitoral rejeitar a criação da Rede, a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente foi acusada de preconceito por representantes do setor.

Nome forte da bancada ruralista, Caiado é um dos principais articuladores da reforma do Código Florestal. Aproximou-se do PSB do início do ano, mas disse em entrevista à Folha ter sido “jogado em alto mar” com a aliança entre Marina e o governador de Pernambuco, o socialista Eduardo Campos.

Marina chamou o deputado de “inimigo histórico dos trabalhadores rurais” e sinalizou que ele não teria espaço nesta nova realidade do PSB.

As críticas da ex-senadora se restringem “exclusivamente” a uma eventual coligação do PSB com o democrata em Goiás, segundo o comunicado. “A forte resistência do deputado em trazer para o setor agrícola a necessidade estratégica da sustentabilidade ambiental, econômica e sócio cultural tornaria inviável qualquer aliança política.”

Foi pela assessoria de imprensa da Rede que a ex-senadora buscou abrandar a polêmica com os ruralistas.

Leia abaixo a íntegra da nota:

“A Rede Sustentabilidade informa que, diferentemente do entendimento de algumas entidades do agronegócio, em nenhum momento sua porta-voz Marina Silva fez críticas a esse setor. As declarações recentes foram exclusivamente sobre a participação do deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) em eventual coligação em Goiás.

A forte resistência do deputado em trazer para o setor agrícola a necessidade estratégica da sustentabilidade ambiental, econômica e sócio cultural tornaria inviável qualquer aliança política entre a Rede e o DEM numa mesma coligação no Estado de Goiás.

A Rede lamenta as distorções e manipulações que o deputado faz sobre as declarações de Marina Silva, que podem levar a um entendimento equivocado sobre o posicionamento dela e de outros membros do partido sobre o agronegócio. Ademais uma critica às posições equivocadas do Deputado Caiado não podem ser extrapoladas como uma crítica ao setor.

A Rede Sustentabilidade reafirma seu compromisso com esse setor essencial da economia e da sociedade brasileira e a intenção de trabalhar para seu desenvolvimento, sempre com respeito ao ambiente e aos direitos dos trabalhadores rurais e populações indígenas.”

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Críticas de Marina Silva a ruralista não se estendem ao agronegócio”, diz Rede - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV