Livro online disponibiliza sistema que monitora biodiversidade amazônica

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa lança ataque frontal ao nepotismo e ao feudalismo no Vaticano

    LER MAIS
  • Os acontecimentos da semana. A esperança que ressurge em meio à pandemia

    LER MAIS
  • “Os governos da direita e da extrema direita são muito bons para destruir, mas muito ruins para construir”. Entrevista com Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


24 Agosto 2013

A obra dá explicações sobre o modelo RAPELD, desenvolvido por pesquisadores do Inpa em colaboração com pesquisadores de diversas instituições.

A reportagem foi publicada pelo jornal A Crítica, 22-08-2013.

Um trabalho conjunto de pesquisadores de diversas instituições, dentre elas, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia(Inpa/MCTI) está agora disponível na internet, com versão em português e em inglês.

O livro “ Biodiversidade e Monitoramento Ambiental Integrado” explica o sistema RAPELD, desenvolvido por um grupo de pesquisadores para monitorar a biodiversidade da Amazônia. Este sistema acabou sendo adotado como padrão na conferência Rio+ 20, para a realização de projetos que envolvam a venda de carbono.

O modelo já vem sendo adotado por vários órgãos, como o IBAMA, e o Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio). Na conferência Rio +20, que aconteceu em, 2012 no Rio de Janeiro, o modelo RAPELD foi anunciado como sistema padrão para os órgãos que realizam a venda de carbono, segundo o pesquisador do Inpa, Wiliam Magnusson.

A obra que é financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pelo EU-BOM da União Europeia.

O livro ainda aborda vários aspectos sobre o monitoramento do sistema, como infra-estrutura de campo, parcelas de amostragem, trilhas, capacitação das pessoas, e relações entre órgãos de pesquisa e financiamento. “Explicamos o que será feito depois da coleta de dados pelo o órgão que utilizará o sistema RAPELD, e ainda os cuidados necessários que as pessoas precisam tomar quando estiver fazendo o levantamento, pois pequenos deslizes no planejamento podem gerar dados sem valor”, explicou Magnusson.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Livro online disponibiliza sistema que monitora biodiversidade amazônica - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV