“Os lefebvrianos estão suspensos ‘a divinis’, não podem celebrar nas igrejas católicas”

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa doa aos pobres um prédio de luxo a poucos passos de São Pedro

    LER MAIS
  • Arautos do Evangelho. Vaticano retoma a intervenção

    LER MAIS
  • Diálogo de surdos: Esquerda e direita falam só para bolhas de convertidos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 04 Fevereiro 2013

Charles Morerod, bispo de Lausanne, Genebra e Friburgo, na Suíça, assinou um decreto que proíbe aos sacerdotes da Fraternidade o uso das capelas em sua diocese.

A reportagem é de Andrea Tornielli e está publicada no sítio Vatican Insider, 03-02-2013. A tradução é do Cepat.

Trata-se de uma postura muito significativa: o bispo de Lausanne -Genebra-Friburgo, Charles Morerod (teólogo dominicano, ex-reitor do Angelicum e secretário da Comissão Teológica Internacional, além de membro da delegação da Congregação para a Doutrina da Fé nos diálogos com a Fraternidade São Pio X), publicou um decreto com o qual proíbe aos sacerdotes lefebvrianos a celebração da Missa nas igrejas e capelas de sua dioceses. Indicou, além disso, que os sacerdotes da Fraternidade estão “suspensos ‘a divinis’”.

O documento, assinado no dia 20 de janeiro passado, tem a ver com a “admissão das demais religiões, confissões ou grupos religiosos, assim como a Fraternidade São Pio X e dos ‘teólogos independentes’ nas Igrejas e nas capelas romano-católicas”. Dom Morerod, prelado bem conhecido por Joseph Ratzinger, explicou no documento que as comunidades que pertencem a religiões não cristãs obterão uma resposta negativa caso solicitarem o uso de uma igreja católica. Quanto às comunidades e confissões cristãs, com base no “Diretório para a Aplicação dos Princípios e das Normas sobre o Ecumenismo”, de 1993, o bispo explicou que a permissão pode ser concedida “por razões de necessidade pastoral”. “Caso esta necessidade pastoral se apresentar, as igrejas e capelas poderão estar à disposição apenas das comunidades de fé católico-cristã, evangélico-reformada, ortodoxa e anglicana”.

Os sacerdotes da Fraternidade São Pio X, segundo indica o decreto, não pertencem a estas categorias. De fato, Morerod dedica três breves parágrafos aos lefebvrianos, nos quais recorda, sobretudo, que a excomunhão pronunciada pela Santa Sé para Lefebvre e para os bispos que ordenou em 1988 foi levantada “pelo decreto da Congregação para os Bispos, em 21 de janeiro de 2009”. Depois, cita uma passagem da carta de 10 de março de 2009, enviada por Bento XVI aos bispos de todo o mundo depois do escândalo do caso Williamson: “O fato de que a Fraternidade São Pio X não possua uma posição canônica na Igreja, não se baseia ao final das contas em razões disciplinares, mas doutrinais. Posto que a Fraternidade não tem uma posição canônica na Igreja, seus ministros também não exercem ministérios legítimos na Igreja”. Morerod destaca, pois, a essência da suspensão “a divinis”. “Por estas razões – concluiu o bispo suíço – proíbe-se aos sacerdotes da Fraternidade Sacerdotal São Pio X o uso das igrejas e das capelas católicas para qualquer serviço sacerdotal e, em particular, para a administração dos sacramentos”.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Os lefebvrianos estão suspensos ‘a divinis’, não podem celebrar nas igrejas católicas” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV