Martin Luther King na oração inter-religiosa desta semana

Revista ihu on-line

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Mais Lidos

  • Bispos latino-americanos levantam a voz pela Amazônia

    LER MAIS
  • Bolsonaro pode ser responsabilizado por crime contra humanidade

    LER MAIS
  • Enquanto Amazônia arde, governistas e ruralistas aprovam mais incentivos à devastação no Senado

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

03 Outubro 2014

Neste espaço se entrelaçam poesia e mística. Através de orações de mestres espirituais de diferentes religiões, mergulhamos no Mistério que é a absoluta transcendência e a absoluta proximidade. Este serviço é uma iniciativa feita em parceria com o Prof. Dr. Faustino Teixeira, teólogo, professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Diante do presépio: eu sonho - Martin L. King

Sonho que os homens levantar-se-ão, um dia,
e compreenderão enfim que foram feitos
para viver juntos como irmãos.
Sonho também, nesta manhã, que, um dia, cada negro deste país,
cada homem de cor do mundo inteiro,
será julgado pelo seu valor pessoal
e não pela cor de sua pele, e que todos
respeitarão a dignidade da pessoa humana.
Sonho ainda que, um dia,
as indústrias moribundas dos Apalaches readquirirão vida,
que os estômagos vazios do Mississipi serão alimentados,
que a fraternidade tornar-se-á
algo mais que palavra ao final de uma prece,
e que ela será, ao contrário,
o primeiro assunto a ser tratado
na ordem do dia legislativo.
Sonho que um dia
a justiça jorrará como água,
e o direito como um rio vigoroso.
Hoje sonho que,
em todas as altas esferas
do Estado e em todas as municipalidades,
entrarão cidadãos eleitos
que restituirão a justiça,
amarão a piedade e caminharão humildemente
nos caminhos de seu Deus.
Sonho que, um dia,
a guerra terá fim,
que os homens transformarão
suas espadas em relhas de arado
e suas lanças em podadeiras,
que as nações não se levantarão mais
umas contra as outras
e que não visarão mais à guerra.
Sonho que, um dia,
o leão e o cordeiro
deitar-se-ão um ao lado do outro,
que todos os homens sentar-se-ão
sob suas parreiras e figueiras,
e que ninguém mais terá medo.
Hoje sonho que
todo vale será elevado,
que toda montanha e colina
serão abaixadas,
que os caminhos desnivelados
serão aplainados
e que os caminhos tortuosos
serão endireitados,
que a glória de Deus se revelará
e que toda carne, enfim reunida, há de vê-la…
Sonho que, graças a essa fé,
seremos capazes
de repelir as tentações do desespero
e lançar uma nova luz
sobre as trevas do pessimismo.
Sim, graças a essa fé,
seremos capazes de apressar
o dia em que a paz
reinará sobre a terra
e a boa vontade, entre os homens.
Será um dia maravilhoso,
as estrelas da manhã cantarão juntas
e os filhos de Deus
bradarão em gritos de alegria.

Fonte: Faustino Teixeira & Volney Berkenbrock. Sede de Deus. Orações do judaísmo, cristianismo e islã. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 154-156.

Martin Luther King Jr. foi um pastor protestante e ativista político estadunidense. Tornou-se um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e no mundo, com uma campanha de não violência e de amor ao próximo.

Seus esforços levaram à Marcha sobre Washington de 1963, onde ele fez seu discurso “I Have a Dream”. Em 14 de outubro de 1964, King recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelo combate à desigualdade racial através da não violência. Nos anos que antecederam a sua morte, ele expandiu seu foco para incluir a pobreza e a Guerra do Vietnã, alienando muitos de seus aliados liberais com um discurso de 1967 intitulado “Além do Vietnã”. King foi assassinado em 4 de abril de 1968, em Memphis, Tennessee. Ele recebeu postumamente a Medalha Presidencial da Liberdade em 1977 e Medalha de Ouro do Congresso em 2004; o Dia de Martin Luther King Jr. foi estabelecido como feriado federal nos Estados Unidos em 1986. Centenas de ruas nos EUA também foram renomeadas em sua homenagem.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Martin Luther King na oração inter-religiosa desta semana - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV